Cineasta Roman Polanski é preso na Suíça por ordem dos EUA

domingo, 27 de setembro de 2009 10:43 BRT
 

ZURIQUE (Reuters) - O cineasta Roman Polanski foi detido neste domingo ao entrar na Suíça para receber um prêmio por ordem de prisão emitida pelos Estados Unidos trinta anos atrás, disse um comunicado da organização do Festival de Cinema de Zurique.

A detenção, empreendida na noite de sábado, ocorreu por acusações, datadas de 1978, de ter tido relações sexuais com uma menor de idade, acrescentou o comunicado.

Na noite de domingo, o renomado diretor iria receber um prêmio por sua trajetória no festival, que exibirá um retrospectiva de sua carreira filmográfica no evento.

"Ele foi detido pela polícia ao chegar ao aeroporto de Zurique", informou a nota.

Polanski fora preso no final da década de 1970 e acusado de oferecer drogas e álcool a uma adolescente de 13 anos e de fazer sexo com ela em uma sessão fotográfica na casa do ator Jack Nicholson.

À época, o diretor alegou que a menor não era mais virgem e que não fora forçada. Ele passou 42 dias na prisão e saiu do país antes de receber sua sentença. Seu visto aos EUA está suspenso desde então.