Dave Brubeck e João Carlos Martins tem diálogo musical em NY

sexta-feira, 2 de outubro de 2009 18:17 BRT
 

Por Adriana Garcia

NOVA YORK (Reuters) - O lendário jazzista norte-americano Dave Brubeck vai se unir ao amigo brasileiro de longa data, o pianista e regente João Carlos Martins, e sua orquestra nesta sexta-feira para tocar um repertório inspirado em Bach.

O concerto no Lincoln Center vai celebrar décadas de diálogo musical entre os dois músicos, que têm em comum a paixão pelo compositor Johann Sebastian Bach.

Os dois viveram momentos que lançaram suas carreiras há 50 anos, quando Brubeck lançou "Time Out", hoje visto como clássico do jazz, e Martins foi aclamado no Carnegie Hall como um dos maiores intérpretes de Bach de sua geração.

"Este será um concerto com 150 anos de história porque também lembrará a morte de (o compositor brasileiro) Heitor Villa-Lobos", disse Martins à Reuters.

João Carlos Martins voltou ao cenário musical como regente há cinco anos, depois de problemas nas duas mãos terem interrompido sua carreira musical. Ele também sofreu lesões cerebrais graves quando foi vítima de um assalto em Sofia, na Bulgária, em 1995, após uma sessão de gravações.

Sua orquestra, a Bachiana Filarmônica, um conjunto de mais de 40 músicos, fará uma homenagem a Villa-Lobos, tocando suas Bachianas números 7 e 4 no concerto.

Inspirado por Bach e visto como o maior compositor brasileiro, Villa-Lobos infundiu ritmos brasileiros tradicionais a suas composições clássicas nos anos 1920 e 1930.

PAIXÃO POR BACH   Continuação...

 
<p>O lend&aacute;rio jazzista norte-americano Dave Brubeck vai se unir ao amigo brasileiro de longa data, o pianista e regente Jo&atilde;o Carlos Martins, e sua orquestra nesta sexta-feira para tocar um repert&oacute;rio inspirado em Bach. REUTERS/Kimberly White (UNITED STATES)</p>