França confirma que devolverá murais egípcios

sexta-feira, 9 de outubro de 2009 17:05 BRT
 

PARIS (Reuters) - A França vai devolver cinco segmentos de um mural de um túmulo da antiguidade egípcia que está em posse do Museu do Louvre, disse nesta sexta-feira o ministro francês da Cultura, Frederic Mitterrand.

A proveniência dos fragmentos, que Mitterrand afirmou terem sido adquiridos pelo Louvre de boa fé entre 2000 e 2003, foi posta em dúvida em 2008, após a descoberta do túmulo do qual se acredita que foram retirados.

Em comunicado à imprensa, Mitterrand disse que a decisão de devolver os murais destaca a determinação da França de combater o tráfico ilegal de objetos culturais.

O Conselho Supremo de Antiguidades do Egito pediu à França que devolvesse os murais e suspendeu sua cooperação com o Louvre até que a questão fosse resolvida.

Nesta sexta-feira, um comitê do museu recomendou a devolução dos murais ao Egito. O Ministério da Cultura disse que a medida será implementada imediatamente.

Pela convenção de 1970 da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), os países signatários acordaram medidas para impedir a exportação ilegal de tesouros nacionais.

(Reportagem de James Mackenzie)