Corpo de vocalista do Boyzone passará por autópsia

segunda-feira, 12 de outubro de 2009 15:51 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O corpo de Stephen Gately, vocalista da banda Boyzone que morreu no fim de semana em Mallorca, na Espanha, será submetido a uma autópsia nos próximos dias e será enviado de volta à Irlanda no fim desta semana, informou o advogado do cantor, Gerald Kean.

Mas Kean descartou a possibilidade de suicídio.

"Pelas investigações que fizemos, estou absolutamente convencido de que não é esse o caso", disse ele à BBC.

O músico de 33 anos, que comoveu o mundo do pop há dez anos quando anunciou publicamente ser homossexual, estava de férias com seu parceiro, Andrew Cowles.

"Parece que ele saiu para tomar alguns drinques, voltou, adormeceu e não acordou mais", segundo declarações de um amigo não identificado do cantor que foram citadas pelo jornal "News of the World".

Os outros integrantes do Boyzone, que teve seis canções no primeiro lugar das paradas britânicas, chegaram a Mallorca no domingo.

"Estamos totalmente arrasados com a perda de nosso amigo e irmão Stephen", disseram eles em comunicado à imprensa.

"Compartilhamos momentos maravilhosos juntos ao longo dos anos, e todos nós queríamos compartilhar muitos mais. Stephen era uma pessoa linda de corpo e de alma. Queremos expressar nosso amor e condolências a Andrew e à família de Stephen", diz o comunicado.

A banda de cinco integrantes foi formada pelo empresário do pop Louis Walsh, também responsável pela criação dos grupos Girls Alive e Westlife, e era muito popular na Irlanda, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia e Ásia.

O grupo se desfez oficialmente em 2000, quando Ronan Keating iniciou uma carreira solo, mas voltou a se apresentar em vários eventos entre 2007 e 2008.

(Reportagem de Mike Collett-White)