Cantora britânica Leona Lewis é agredida em sessão de autógrafos

quarta-feira, 14 de outubro de 2009 17:01 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A cantora britânica Leona Lewis foi agredida na quarta-feira em Londres quando autografava exemplares de sua autobiografia, informaram a polícia e a livraria onde ocorreu a sessão de autógrafos.

Vencedora do programa de talentos da TV britânica "The X Factor", Lewis, que desde então vem liderando as paradas em todo o mundo, estava autografando exemplares de seu livro "Dreams" na livraria Waterstone's em Piccadilly Circus, região central de Londres, quando foi atacada.

"Podemos confirmar que ocorreu um incidente na sessão de autógrafos de Leona Lewis essa tarde", disse um porta-voz da livraria.

"O evento foi suspenso imediatamente pelos guardas de segurança presentes, e a polícia está interrogando o indivíduo envolvido".

A polícia disse que prendeu um homem de 29 anos por suspeita de agressão, que causou dano físico real. O homem está sendo interrogado numa delegacia de polícia do centro de Londres.

"Meu irmão testemunhou o incidente", disse à BBC uma fã presente na livraria. "Ele (o agressor) foi até lá com o livro, ela (Leona Lewis) o autografou, e, no momento em que ela olhou para cima, ele simplesmente deu um soco nela".

Lewis, cujo álbum de estreia entrou nas paradas americanas como no. 1 em 2008 - a primeira artista britânica a realizar essa proeza - ficou abalada com o incidente, mas não precisou ser levada ao hospital, segundo seu porta-voz.

(Reportagem de Michael Holden)

 
<p>Cantora brit&acirc;nica Leona Lewis, em foto de arquivo, foi agredida em sess&atilde;o de aut&oacute;grafos. REUTERS/Danny Moloshok</p>