16 de Outubro de 2009 / às 20:08 / 8 anos atrás

Celebridades precisam ser autênticas para brilhar no Twitter

Por Basil Katz

NOVA YORK (Reuters) - O Twitter tem sido bom para um grupo nada homogêneo de atores, personalidades de TV e popstars cuja fama online supera a do mundo real. E tudo tem a ver com a capacidade de estabelecer um contato pessoal.

Ashton Kutcher é o usuário mais popular, com mais de 3 milhões de seguidores no Twitter, e LeVar Burton, do seriado Star Trek, é mais famoso do que a cantora pop Lady Gaga. A violoncelista Zoe Keating tem 200.000 seguidores a mais do que o superastro Justin Timberlake.

“A fama de um nome não o leva tão longe”, diz Jeremiah Owyang, da consultoria Altimeter Group.

Essa rede de relacionamento social, que limita as mensagens a 140 caracteres, tem uma diferente hierarquia de popularidade. E no topo da lista se apinham aqueles que adotaram mais cedo o Twitter, criado há 3 anos e meio.

O simples fato de ser uma celebridade não garante seguidores, dizem analistas. Conseguir isso, disse Owyang, envolve a criação de um diálogo pessoal com os usuários, não uma estratégia de autopromoção.

“Se eles falam do Natal ou do que estão fazendo neste fim de semana, então a conversa começa”, disse Owyang.

Kutcher é seguido de perto em popularidade por Ellen DeGeneres e Britney Spears.

“Astros improváveis como LeVar Burton ou MC Hammer participam ativamente do Twitter e interagem com usuários”, disse Rohit Bhargava, vice-presidente sênior da Ogilvy.

Essas celebridades parecem se ligar genuinamente no Twitter, afirmou Bhargava, “em vez de serem apenas uma celebridade tentando a última novidade que seu assistente ou encarregado de Relações Públicas lhe recomendou.”

“Essa credibilidade é imensa quando se trata de saber quem seguir”, acrescentou.

Há também o fator idade. O Twitter tem sido bastante ignorado por usuários com menos de 25 anos, segundo um estudo da Nielsen, o que afeta sua popularidade.

“Isso também pode explicar por que Oprah Winfrey é tão popular, apesar de não atualizar seu Twitter com frequência”, disse Mark Evans, da Sysomos, uma empresa que faz análise de mídia.

Muitas celebridades se beneficiam de terem aderido antes à rede, e com estardalhaço. Kutcher fez isso e criou um forte impacto para permanecer no topo, disse Pete Cashmore, que dirige o blog Mashable.

“Se Kutcher entrasse hoje no Twitter, você não ficaria sabendo disso”, afirmou ele.

O Twitter teve quase 21 milhões de seguidores individuais no mês passado, segundo a comScore. Outra empresa, a eMarketer, calcula que tenha mais de 18 milhões de membros, embora a maioria não faça postagens regularmente. É o terceiro maior site de relacionamento social nos Estados Unidos, atrás do Facebook e MySpace.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below