Michael Jackson estava "empolgado" e pronto para os concertos

terça-feira, 20 de outubro de 2009 15:57 BRST
 

Por Mirja Spernal e Mike Collett-White

LONDRES (Reuters) - Michael Jackson estava "empolgado" com a perspectiva de fazer 50 concertos ao vivo em Londres, para os quais estava ensaiando logo antes de sua morte repentina em junho, disse nesta terça-feira o diretor de um filme sobre o "rei do pop" a ser lançado.

Nos últimos dias de sua vida, Jackson também aparentava "ter entrado em outro ritmo" e não dava sinais de dependência de drogas, disse à Reuters o diretor do filme, Kenny Ortega, em entrevista.

"This Is It", longa-metragem baseado nas imagens filmadas dos últimos ensaios de Michael Jackson em Los Angeles antes de sua morte, em 25 de junho, aos 50 anos de idade, chega aos cinemas de todo o mundo em 28 de outubro com a possibilidade de ser uma das maiores bilheterias do ano.

"Ele estava empolgado, não via a hora de os shows começarem, feliz com o que tínhamos realizado até aquele momento e ansioso por concluir os ensaios em Los Angeles e ir a Londres", disse Ortega.

"Naquelas últimas noites de ensaio, parecia que ele tinha entrado em outro ritmo, e todo o mundo realmente acreditava que estávamos prestes a embarcar em algo que seria realmente notável."

Indagado se Jackson mostrara algum sinal de dependência de drogas, Ortega respondeu: "Não."

Michael Jackson morreu de overdose de medicamentos, e sua morte desencadeou uma febre de especulações sobre o estado físico em que se encontrava e que drogas ele pode ter tomado.

De acordo com Ortega, que vinha trabalhando com o artista nos ensaios e coreografias dos concertos "This Is It", os shows, cujos ingressos estavam todos esgotados, eram vistos pelo cantor como seu último canto do cisne.   Continuação...

 
<p>Michael Jackson, em foto de arquivo, estava "empolgado" e pronto para os concertos, de acordo com o diretor de um filme a ser lan&ccedil;ado sobre o cantor. REUTERS/Kiyoshi Ota/Files</p>