Fãs de Michael Jackson dizem que filme esconde terrível verdade

quinta-feira, 22 de outubro de 2009 20:36 BRST
 

Por Dan Whitcomb

LOS ANGELES (Reuters) - Um grupo de dedicados fãs de Michael Jackson iniciou uma campanha de "despertar" sobre o filme "This is It", que está prestes a estrear, dizendo que ele esconde a horrível realidade dos últimos dias do pop star.

O grupo representa fãs de pelo menos 10 países. Eles alegam que o filme, que chega aos cinemas do mundo em 28 de outubro e é baseado nos ensaios do artista para uma série de shows em Londres, esconde o "estado extremo" de sua saúde, enquanto enriquece os promotores que seriam em parte responsável pela morte de Jackson em 25 de junho.

"Nas semanas que levaram à morte de Michael Jackson, enquanto esse filme estava sendo feito, as pessoas em volta dele sabiam que ele parecia como se tivesse morrido. Mas os que lucrariam (com os shows) escolheram ignorar isso", disse o grupo.

Jackson estava se preparando para os concertos na época em que morreu por overdose de medicamentos. A polícia focou a investigação da morte no médico pessoal do artista, Conrad Murray. Até agora, porém, nenhuma acusação foi feita.

Kenny Ortega, o diretor de "This is It", que também estava coreografando os ensaios para os shows, disse à Reuters que não viu sinais de dependência de drogas em Jackson, que o cantor estava empolgado com os concertos e que o filme não foi feito tendo em vista o lucro.

Em outra entrevista nesta quinta-feira, Ortega descreveu o filme como um "mosaico musical... eu acho que vai ajudar os fãs a apreciar e entender o que Michael estava colocando em "This is It", quais eram seus sonhos para ele, quais eram seus objetivos".

"É uma história de um mestre de sua arte, um grande gênio em seu trabalho teatral final e processo criativo", disse Ortega.

 
<p>Um grupo de dedicados f&atilde;s de Michael Jackson iniciou uma campanha de "despertar" sobre o filme "This is It", que est&aacute; prestes a estrear, dizendo que ele esconde a horr&iacute;vel realidade dos &uacute;ltimos dias do pop star. REUTERS/Danny Moloshok (UNITED STATES ENTERTAINMENT)</p>