Lançamento de novo "Call of Duty" quer fazer história

sábado, 7 de novembro de 2009 16:58 BRST
 

Por Gabriel Madway e Franlkin Paul

SAN FRANCISCO/NOVA YORK (Reuters) - Esqueça o sucesso que será o lançamento do novo filme "Twilight" ou de "Avatar" de James Cameron. O maior sucesso de entretenimento deste fim de ano será lançado na terça-feira. Nesse dia, "Call of Duty: Modern Warfare 2" chega às lojas dos Estados Unidos.

O videogame da Activision Blizzard é o mais esperado do ano, tendo recebido excelentes críticas de blogs de games e de analistas de Wall Street. Mas ele também chega num momento em que uma economia convalescente está reduzindo vendas do setor.

A Activision apostou muito no lançamento e pode perder muito se o jogo não responder às expectativas. As ações da empresa se valorizaram em 30 porcento neste ano, mais do que sua principal rival, a Electronic Arts Inc, que ganharam 18 por cento.

"Este é o jogo que pode driblar a tendência econômica das festas deste ano", disse o analista da MKM Partners Eric Handler. Ele estima que o título pode representar um lucro por ação de 16 centavos de dólar para a Activision no último trimestre, mais de um terço do lucro da empresa.

Analistas dizem que a audiência de "Call of Duty" é de gamers dedicados, em geral jovens do sexo masculino, que provavelmente irão às lojas em massa para comprar o jogo de 60 dólares. A Activision fez parceria com 12 redes de lojas, inclusive a Game Stop Corp e a Best Buy. Como resultado, mais de 10 mil lojas abrirão à meia-noite no lançamento na América do Norte.

As estimativas de vendas variam de 11 milhões a 13 milhões de unidades até o fim de 2009, o que deixaria o jogo entre os mais vendidos da história.

A Activision disse que as pré-vendas já atingiram um recorde. O jogo de guerra provavelmente será "um dos maiores lançamentos da indústria do entretenimento de qualquer meio de todos os tempos", disse o presidente da empresa, Robert Kotick, nesta semana.

Handler, da MKM, espera que "Call of Duty" venda aproximadamente 5 milhões de unidades no primeiro dia e 7 milhões a 8 milhões na primeira semana. Isso seria mais do que o campeão de vendas do ano passado "Grand Theft Auto IV", da Take Two Interactive Software. Esse título vendeu 3,6 milhões de unidades no primeiro dia e 6 milhões na primeira semana, ou mais de 500 milhões de dólares em vendas.   Continuação...