MGM considera potencial venda do estúdio

domingo, 15 de novembro de 2009 14:24 BRST
 

Por Sue Zeidler

LOS ANGELES (Reuters) - A Metro-Goldwyn-Mayer afirmou na sexta-feira que está explorando a potencial venda da empresa à medida em que o histórico estúdio de Hollywood sofre para lidar com o pagamento de dívidas e apresenta um plano de longo prazo para administração.

A MGM, cujos credores prorrogaram uma contenda até 31 de janeiro, afirmaram que suas outras opções incluem operar como entidade única ou formação de parcerias estratégicas.

Uma fonte próxima da questão disse que a empresa espera abrir suas contas para as partes interessadas nos próximos dias, no começo de um processo que pode levar meses.

As empresas mencionadas na imprensa como potenciais compradoras incluem a Lions Gate Entertainment, Time Warner e Viacom.

O banco de investimento Moelis & Co, contratado pela MGM em maio para ajudar a refinanciar a dívida, analisará o processo de potencial venda, disse a fonte.

A meta inicial é estabelecer um preço para o estúdio com o objetivo de conseguir o máximo valor para investidores seja vendendo o estúdio em partes ou inteiro, explicou a fonte.

O estúdio, que fez uma lista de especialistas em reestruturação para ajudar na recuperação, enfrenta obrigações de débito de 3,7 bilhões de dólares derivadas da sua compra em 2005, mais pagamentos de 250 milhões de dólares em crédito renovado até abril de 2010.

A empresa foi comprada de seu sócio majoritário Kirk Kerkorian por 2,85 bilhões de dólares por um grupo que inclui as empresas de private equity Providence Equity Partners, TPG, DLJ Merchant Banking Partners (unidade do Credit Suisse), e as empresas de entretenimento Sony e Comcast.

Segundo a fonte, os filmes e projetos atualmente em produção continuaram a ser desenvolvidos conforme planejado, segundo a fonte.