Taylor Swift leva cinco prêmios no American Music Awards

segunda-feira, 23 de novembro de 2009 12:10 BRST
 

Por Dean Goodman

LOS ANGELES (Reuters) - A cantora country e pop Taylor Swift desbancou Michael Jackson no American Music Awards, no domingo, levando para casa cinco prêmios, incluindo o de artista do ano.

A expectativa era que Michael Jackson fosse o grande vencedor, mas ele acabou com quatro troféus. O prêmio de artista do ano, o último dado na cerimônia, foi uma disputa apertada entre ele e Taylor Swift.

Entre outros artistas a receberem mais que um prêmio estiveram o cantor de hip-hop Jay-Z e o grupo Black Eyed Peas, com dois prêmios cada.

Swift, de 19 anos, também foi considerada a melhor artista mulher nas categorias pop/rock e country e a melhor artista adulto-contemporânea. Seu álbum "Fearless", de 2008, que teve as maiores vendas deste ano nos Estados Unidos, foi considerado o melhor álbum de country.

A cantora agradeceu os prêmios ao vivo, via satélite, desde o backstage da Wembley Arena, em Londres, onde vai se apresentar nesta segunda-feira.

"Em última análise, a música não tem nada a ver com competição", disse Swift depois de receber o prêmio de artista do ano. Ela disse que foi uma "honra inimaginável" ser citada na mesma categoria que Michael Jackson, cuja família recebeu os prêmios dados a ele.

Jackson foi premiado como melhor artista masculino nas categorias pop/rock e soul/R&B, enquanto sua coletânea de sucessos "Number Ones", de 2003, foi premiada como álbum favorito nessas duas categorias. O álbum é o segundo mais vendido deste ano nos Estados Unidos.

Seu irmão Jermaine, acompanhado de seus filhos Jeremy, Jaafar e Jermajesty, recebeu o prêmio em seu nome. Em dado momento, Jermaine agradeceu a Alá "por ter abençoado toda minha família."   Continuação...

 
<p>Taylor Swift reage no tel&atilde;o ap&oacute;s vencer na categoria artista do ano no American Music Awards de 2009, em Los Angeles, California. Ao todo, a cantora country pop norte-americana levou cinco trof&eacute;us para casa, superando o grande favorito Michael Jackson. REUTERS/Mario Anzuoni (22/11/2009)</p>