Emmy premia "Caminho das Índias", da Globo

terça-feira, 24 de novembro de 2009 09:19 BRST
 

Por Chris Michaud

NOVA YORK (Reuters) - "Caminho das Índias", exibida neste ano pela rede Globo, tornou-se na segunda-feira o primeiro produto televisivo do Brasil a receber o prêmio Emmy Internacional ao vencer na categoria telenovela, numa cerimônia que rendeu cinco troféus à Grã-Bretanha.

Ambientada em parte na Índia e em parte no Brasil, a novela tinha como protagonista uma indiana que vivia um amor impossível com um homem de uma casta inferior.

O jornalista britânico David Frost, que já entrevistou muitas das grandes personalidades mundiais, recebeu um prêmio honorário, o Founders Award. Ao apresentá-lo, a jornalista Barbara Walters disse que se trata "do melhor entrevistador que há - e ele faz isso parecer tão fácil".

Como nos últimos anos, a TV britânica dominou a 37a edição do prêmio anual, voltado apenas para a programação produzida fora dos Estados Unidos.

Julie Walters, pelo papel de uma médica em "A Short Stay in Switzerland," e Ben Whishaw, pela série policial "Criminal Justice", da BBC, foram escolhidos como os melhores atores. Ambos tinham compromissos profissionais que os impediram de receber o prêmio pessoalmente.

Os britânicos venceram também na categoria melhor programa de arte ("The Mona Lisa Curse", sobre o mundo da arte contemporânea), melhor programa infanto-juvenil ("The Dustbin Baby") e melhor documentário ("The Ascent of Mooney", sobre a relação entre fatos históricos e as finanças mundiais).

Mas, apesar da festa britânica, houve neste ano uma distribuição mais equilibrada de prêmios, que foram concedidos também a Dinamarca, Japão, Alemanha, Holanda e Brasil.

A melhor comédia foi a japonesa "Contos de Hoshi Shinchi", baseada em histórias desse escritor; o melhor drama, a série dinamarquesa "Os Protetores", sobre o serviço de inteligência do país.   Continuação...