Grevistas fecham o Centro Pompidou de Paris

quinta-feira, 26 de novembro de 2009 16:20 BRST
 

PARIS (Reuters Life!) - O Centro Pompidou de Paris está fechado desde segunda-feira por causa de uma greve de funcionários que protestam contra cortes de empregos na instituição, que é uma das atrações mais visitadas da capital francesa, disse uma autoridade na quinta-feira.

Os sindicatos alertaram que a greve pode se espalhar para outros museus, caso o governo não desista do plano de substituir apenas metade dos funcionários que se aposentarem no futuro.

Os grevistas do Pompidou, que sedia uma coleção de arte moderna permanente, dizem que a medida do governo significaria 400 vagas a menos nos próximos dez anos.

"Essas perdas de vagas levarão a menos projetos no Centro Pompidou", disse Eric Daire, do sindicato CFDT, ao jornal Le Monde.

Cerca de 40 por cento dos funcionários do Centro Pompidou têm mais de 50 anos de idade, e muitos já estão perto de se aposentar. Alguns trabalham ali desde a inauguração da instituição, em 1977.

Os trabalhadores devem decidir na quinta-feira se a greve continua.

"Somos simplesmente espectadores e estamos esperando o resultado", disse um porta-voz do Centro, pedindo anonimato.

(Reportagem de Sophie Taylor)