Rappers britânicos são presos por música de ameaça no YouTube

sexta-feira, 27 de novembro de 2009 17:47 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Dois rappers britânicos foram presos nesta sexta-feira por ameaçar testemunhas potenciais de um assassinato em uma canção no YouTube.

O rap ameaçava de morte as pessoas que falaram com a polícia sobre um assassinato no oeste de Londres no ano passado.

A música foi colocada no site de vídeos do YouTube com links para perfis no MySpace e no Facebook como uma mensagem às pessoas da comunidade local, disseram os promotores.

A letra dizia que "quem foi tagarelar para a polícia corria o risco de levar um tiro", disse o juiz Richard Hone no tribunal londrino de Old Bailey.

Ishmael McLean, de 22 anos, e Rowan Simon, de 18, admitiram culpa no mês passado de tentar obstruir o curso da Justiça, divulgou a Press Association.

McLean foi condenado a cinco anos de prisão nesta sexta-feira, enquanto Simon pegou dois anos e meio.

Oito pessoas, incluindo os dois homens, foram presos depois do assassinato de Jason Johnson, de 24 anos, em novembro passado. Não houve condenação sobre o assassinato, mas os promotores disseram que dois dos amigos dos rappers foram detidos em custódia enquanto os outros receberam fianças depois do ataque.

"Em vez de esperar que a polícia concluísse sua investigação, decidiram assumir as rédeas do assunto", disse o promotor Oliver Glasgow.

"Escreveram, gravaram e divulgaram no YouTube um vídeo de rap no qual falaram do ódio que sentiam pelas pessoas que falaram com a polícia".

(Reportagem de Michael Holden)