Jackson destrona Britney do topo das buscas do Yahoo em 2009

terça-feira, 1 de dezembro de 2009 12:51 BRST
 

Por Jonathan Spicer

NOVA YORK (Reuters Life!) - A morte de Michael Jackson colocou o cantor no topo das buscas do serviço Yahoo em 2009, encerrando quatro anos de reinado de Britney Spears, e ajudando a tirar o presidente Barack Obama do "top 10".

Num ano de recessão, o entretenimento ainda dominou as buscas: Nascar (categoria do automobilismo), Megan Fox (atriz), Kim Kardashian (participante de reality show) e "Crepúsculo" (filme sobre vampiros) substituíram quatro atrizes na lista.

Até junho, quando Jackson morreu de abuso de medicamentos, a posse de Obama mobilizava o maior tráfego da Internet, segundo Vera Chan, analista de tendências da web no Yahoo.

"Quando a notícia da morte de Michael Jackson apareceu, o tráfego foi avassalador, e ultrapassou (a posse de Obama)", disse ela, acrescentando que o fato teve todos os elementos de intriga e tragédia: foi repentina, chocante e assustadoramente familiar.

"E aí esse caso foi qualificado como homicídio, então é uma investigação criminal em curso. A morte dele não está resolvida", afirmou.

O noticiário realmente dá o tom nas buscas deste ano. Enquanto Obama caiu de terceiro lugar em 2008 para 44o em 2009, o foco político passou da campanha eleitoral que o levou à Casa Branca para políticas específicas. Entre buscas relativas a Obama, a frase "plano de estímulo" ficou em quarto lugar, e "reforma da saúde" ficou em sexto.

Nas buscas financeiras, as palavras "cupons" e "desemprego" lideraram as buscas. De acordo com Chan, a economia "foi definitivamente uma diferenciação em relação a anos anteriores".

Para ela, a lista dos dez termos mais procurados é "com frequência apenas um flagrante das nossas distrações, dos nossos prazeres culpados, e das notícias."   Continuação...

 
<p>O nome do cantor Michael Jackson, morto em junho, foi o mais pesquisado no servi&ccedil;o de buscas do Yahoo deste ano. REUTERS/Stefan Wermuth</p>