Rainha da Inglaterra se queixa de paparazzi a editores

domingo, 6 de dezembro de 2009 14:01 BRST
 

Por Tim Castle

LONDRES (Reuters) - A rainha Elizabeth da Inglaterra escreveu a editores de jornais e revistas a respeito da invasão da privacidade da família real por parte dos paparazzi, informou o Palácio de Buckingham neste domingo.

"A carta foi enviada a editores em reação aos muitos anos durante os quais a família real foi acossada por fotógrafos na propriedade privada da Rainha", disse a assessoria de imprensa da monarquia.

Não há detalhes do conteúdo da carta "particular e não para publicação", enviada por um advogado em nome da rainha, ou de quando foi enviada.

Mas o jornal Sunday Telegraph disse que a família real agora está disposta a tomar medidas legais se os fotógrafos tirarem fotos dos membros reais "fora do trabalho".

O diário afirmou que a família real pode processar por invasão de privacidade ou tomar providências sob a proteção das leis de assédio.

"Os membros da família real sentem ter direito à privacidade quando realizam atividades cotidianas e pessoais", disse Paddy Harverson, porta-voz do príncipe Charles, filho da rainha Elizabeth.

"Eles admitem que há um interesse público neles e no que fazem, mas não acham que isso se estenda a fotografar suas atividades pessoais e as de seus amigos."

Há tempos a família real tem uma relação tensa com a mídia, especialmente após a morte da princesa Diana em um acidente automobilístico em Paris em 1997, enquanto era perseguida por fotógrafos.   Continuação...

 
<p>A rainha Elizabeth da Inglaterra (em foto de arquivo) pediu a editores que fot&oacute;grafos n&atilde;o tirem fotos da fam&iacute;lia real "fora do trabalho". REUTERS/Andrea De Silva</p>