Morgan Freeman traz "toque divino" a filme sobre Mandela

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009 17:22 BRST
 

Por Corinne Heller

LOS ANGELES (Reuters) - Nelson Mandela recebeu o toque divino --ao estilo de Hollywood-- quando o ator Morgan Freeman se preparou para interpretá-lo no filme "Invictus".

Freeman disse que Mandela convidou-o para interpretá-lo no filme dirigido por Clint Eastwood, que também traz Matt Damon no elenco.

"Eu disse a ele: 'se vou interpretar você, tenho que ter acesso a você. Tenho que estar próximo o bastante para apertar sua mão'", disse Freeman a repórteres.

O ator premiado com o Oscar por seu papel no drama de Eastwood "Menina de Ouro" já interpretou muitos personagens no cinema --um escravo que virou líder abolicionista, um presidente norte-americano e até mesmo Deus, mas raramente interpretou um personagem ainda vivo e tão importante para tantas pessoas como o ex-presidente sul-africano de 91 anos.

Mandela foi preso por 27 anos por seu trabalho como militante para acabar com o apartheid na África do Sul antes de ser libertado em 1990 e se tornar presidente do país quatro anos mais tarde. Em 1993, ele recebeu o Nobel da Paz.

"Invictus" fala sobre como Mandela levou o campeonato mundial de rúgbi de 1995 para a África do Sul, utilizando a equipe do país para unir os sul-africanos e amenizar as tensões raciais entre negros e brancos.

SEGURANDO A MÃO DE MANDELA

Freeman, que também é produtor do filme, trabalhou por anos para levar a história para as telas. "O maior desafio que tive foi parecer com Mandela", disse Freeman.   Continuação...