Cantor Pete Doherty é acusado de posse de heroína

terça-feira, 22 de dezembro de 2009 13:07 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O cantor britânico Pete Doherty, de 30 anos, foi acusado de posse de heroína e libertado sob pagamento de fiança, informou a polícia nesta terça-feira, apenas um dia depois de ser multado por dirigir embriagado.

O vocalista da banda Babyshambles compareceu na segunda-feira a um tribunal em Gloucester, oeste da Inglaterra, acusado de dirigir sob o efeito de álcool e fugir da prisão.

Mas, depois de confessar-se culpado de dirigir de maneira perigosa e sob o efeito de álcool após um show na cidade em junho passado, ele foi proibido de dirigir por 18 meses e multado em 2.050 libras (3.300 dólares).

Imediatamente depois, policiais o escoltaram do tribunal para uma delegacia de polícia do outro lado da rua e o acusaram de posse de drogas.

"O homem de 30 anos de Wiltshire preso ontem em Gloucester foi acusado de posse de heroína e libertado sob fiança para comparecer diante da Corte dos Magistrados de Gloucester em 27 de janeiro", disse um porta-voz da polícia.

Doherty, que namorou a supermodelo Kate Moss, tem um histórico de delitos ligados a drogas e condução de veículos e foi encarcerado em 2008 por infringir os termos de sua liberdade condicional.

(Reportagem de Mike Collett-White)