Promotores do Colorado examinam acusações contra Charlie Sheen

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009 21:13 BRST
 

Por Steve Gorman

LOS ANGELES (Reuters) - Os promotores do Colorado devem decidir só em fevereiro se tornarão o ator Charlie Sheen réu pelas acusações de violência doméstica que levaram à sua prisão no dia de Natal, disse um promotor-adjunto nesta segunda-feira.

O astro do seriado "Two and a Half Men", da CBS, foi detido na sexta-feira na estação de esqui de Aspen, no Colorado, sob suspeita de lesão corporal de segundo grau e ameaça, que são considerados crimes, e de injúria criminal, que é uma contravenção.

A polícia disse que as três acusações estavam "ligadas a componentes de violência doméstica" e que o promotor-adjunto do Condado de Pitkin, Arnold Mordkin, relatou que a acusação de ameaça incluía o uso de uma arma de forma intimidadora.

Nem Mordkin nem a polícia identificaram a pessoa que Sheen teria agredido, nem a arma que estaria usando. Vários sites dizem que a agredida era a esposa dele, Brooke Mueller, que teria sido empurrada.

De acordo com o site de celebridades TMZ.com, Mueller, terceira esposa do ator, chamou o serviço de emergência 911 alegando ter sido agredida por Sheen. Às autoridades, porém, Sheen disse que a esposa era a agressora, e que ele estava apenas contendo-a.

Ainda de acordo com o TMZ, Mueller estava bêbada e inicialmente disse que Sheen a ameaçara com uma faca, mas depois recuou dessa versão.

Sheen foi solto na noite de sexta-feira, sob fiança de 8.500 dólares. Mordkin disse que uma decisão sobre um eventual processo não deve ocorrer antes de 8 de fevereiro, quando Sheen volta ao tribunal em Aspen.

Um agente disse que Sheen já voltou para a região de Los Angeles, onde vive. A família estaria passando férias em Aspen.

Sheen, de 44 anos, e Mueller, de 32, se casaram em maio de 2008 e tiveram gêmeos em abril de 2009.

Em 1997, Sheen já havia sido acusado de agredir uma namorada. Em 2006, a segunda esposa dele, Denise Richards, conseguiu uma ordem judicial para que o ator ficasse distante dela, pois ele estaria cometendo abusos físicos contra ela.

 
<p>O ator Charlie Sheen &eacute; retratado nesta foto divulgada pelo departamento de pol&iacute;cia de Aspen no dia 25 de dezembro de 2009. Sheen foi preso no dia do Natal por assalto de segundo grau e amea&ccedil;a, que s&atilde;o considerados crimes, e de inj&uacute;ria criminal, que &eacute; uma contraven&ccedil;&atilde;o. REUTERS/Aspen Police Department/Handout</p>