Colunas do Palais Royal de Paris reabrem após reforma milionária

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010 17:38 BRST
 

PARIS (Reuters Life!) - As colunas modernistas no pátio do Palais Royal, que provocaram polêmica em Paris quando foram instaladas há quase 25 anos, foram reabertas ao público nesta sexta-feira depois de uma reforma de 6 milhões de euros.

Os 260 pilares em mármore branco e negro, feitos pelo artista francês Daniel Buren, forneceram um gosto inicial da mistura de moderno e antigo que deu a Paris a famosa pirâmide de vidro em frente ao Museu do Louvre.

"A criação desse trabalho em Paris foi um evento, eu diria mesmo que marcou a entrada da arte contemporânea no centro da arquitetura histórica", disse o ministro da Cultura, Frederic Mitterrand.

As colunas provocaram polêmica quando foram inauguradas em 1986 em um espaço antes reservado como estacionamento. Mas desde então ganharam popularidade entre os skatistas e as crianças que brincam no jardim bem atrás da histórica Comédie Française.

Nos últimos anos a instalação ficou danificada, mas a reforma, que melhorou os aspectos técnicos, incluindo a vedação à água, os sistemas de drenagem subterrâneos e a iluminação, pouco mudou as colunas para o observador casual.

"Elas são o que eram há quase 25 anos", disse Buren. "Foi muito bem feita. Mesmo que você não possa vê-las, as melhoras serão muito importantes para o futuro".

(Reportagem de James Mackenzie e Elizabeth Pineau)

 
<p>As colunas modernistas no p&aacute;tio do Palais Royal, que provocaram pol&ecirc;mica em Paris quando foram instaladas h&aacute; quase 25 anos, foram reabertas ao p&uacute;blico nesta sexta-feira depois de uma reforma de 6 milh&otilde;es de euros. A foto mostra as colunas, do artista franc&ecirc;s Daniel Buren no dia 6 de janeiro. REUTERS/Charles Platiau</p>