Peaches Geldof ganha indenização de jornal que a chamou de prostituta

terça-feira, 12 de janeiro de 2010 12:18 BRST
 

LONDRES (Reuters Life!) - Peaches Geldof ganhou um processo em que pediu indenização substancial, mas de valor não revelado, por calúnia, devido a um artigo de jornal que deixou entender que ela seria uma prostituta que cobraria 5.000 libras (8.000 dólares) por noite.

A apresentadora de TV e modelo de 20 anos, filha do ativista Bob Geldof, responsável pela campanha Live Aid, moveu um processo contra o jornal The Daily Star por uma matéria de primeira página publicada em setembro de 2008.

Seu advogado, Jonathan Coad, disse ao juiz Eady, da Alta Corte de Londres, que num primeiro momento ela procurou a Comissão de Queixas contra a Imprensa para denunciar o artigo, intitulado "Peaches: Passe a Noite Comigo por 5.000."

De acordo com a Press Association, a empresa Express Newspapers reconheceu que o título deixou entender que Peaches Geldof "prestava serviços de natureza sexual pessoal em troca de pagamento."