Sundance destaca cinebiografia de Ginsberg em noite de estreia

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 14:23 BRST
 

Por Bob Tourtellotte

PARK CITY, EUA (Reuters) - O Festival de Cinema de Sundance começou nesta quinta-feira proclamando o retorno ao cinema rebelde e anunciando o fato com as estreias de "HOWL", cinebiografia de Allen Ginsberg, e do documentário de guerra "Restrepo".

Apoiado pelo Instituto Sundance, do ator e ativista Robert Redford, o festival começou na década de 1980 a promover filmes produzidos fora dos grandes estúdios de Hollywood, e seu tema este ano é a renovação da independência que começou por defender.

"Às vezes é renovador voltar a nossas raízes", disse Redford ao público, que lotou o cinema na estreia de "HOWL", seguida por "Restrepo".

Mais cedo na quinta-feira, Redford disse a jornalistas que nos últimos anos vinha sentindo que Sundance estava se afastando de sua visão original pelo fato de o cinema independente ter começado a fundir-se com os filmes de estúdios.

Na realidade, alguns dos melhores filmes independentes dos últimos anos foram produtos de divisões de estúdios de Hollywood dedicadas a fazer filmes com pequenos orçamentos. "Quem Quer Ser um Milionário", por exemplo, foi financiado originalmente pela Warner Independent Pictures, unidade da Warner Bros. que deixou de existir.

Os criadores de "HOWL" disseram que o filme tem independência em seu DNA. Ele começou como documentário em oficinas do Instituto Sundance, onde foi transformado em longa pelos co-roteiristas e diretores Rob Epstein e Jeffrey Friedman.

"HOWL" relata como o clássico poema homônimo de beatnik Ginsberg, que busca retratar o cotidiano de jovens norte-americanos no pós-2a Guerra Mundial, foi visto por alguns como indecente, tendo seu editor sido levado a julgamento na Califórnia em 1957 por distribuir pornografia. O filme difere das cinebiografias tradicionais ao fundir elementos de documentários e longas de ficção e ao recorrer à animação para ilustrar o poema.

"O próprio poema quebra tantas regras formais que achamos apropriado fazer o mesmo", disse Friedman à Reuters.   Continuação...

 
<p>O ator Jon Hamm chega com Jennifer Westfeldt &agrave; noite de estreia do filme "Howl" no Festival de Cinema de Sundance em Park City, Utah. O filme &eacute; uma cinebiografia de Allen Ginsberg. REUTERS/Lucas Jackson 21/01/2010</p>