Atriz Jean Simmons morre aos 80 anos na Califórnia

sábado, 23 de janeiro de 2010 12:12 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - A atriz britânica Jean Simmons, que estrelou o filme "Hamlet" ao lado de Laurence Olivier, morreu na Califórnia após 60 anos de carreira, informou neste sábado o jornal Los Angeles Times.

Simmons, que estava com 80 anos e tinha câncer de pulmão, morreu em sua casa, em Santa Monica, na noite de sexta-feira, disse sua agente, Judy Page, ao jornal.

Nascida em Londres, Simmons começou sua carreira em filmes britânicos na adolescência e, mais tarde, mudou-se para os Estados Unidos, para estrelar filmes como o musical "Garotos e Garotas", de 1955, com Marlon Brando e Frank Sinatra, além de "Spartacus", de Stanley Kubrick, com Kirk Douglas, em 1960.

Simmons foi indicada ao Oscar de melhor atriz coadjuvante por interpretar Ofélia em "Hamlet", de 1948. Ela também foi indicada ao posto de melhor atriz, por "Tempo para Amar, Tempo para Esquecer", de 1969, um filme dirigido pelo seu segundo marido, Richard Brooks.

Seu casamento com Brooks acabou em 1977. Ela se casou com o diretor meses após se divorciar do ator Stewart Granger.

"Quando era uma estudante de dança de 14 anos ela foi tirada da escola para interpretar a precoce irmã de Margaret Lockwood em "Give Us The Moon", de acordo com uma biografia da atriz no site IMDb.COM.

Nos anos 1980, ela participou de séries de TV e conquistou o Emmy por seu papel em "Pássaros Feridos", em 1983.

Simmons voltou aos filmes em 1995, quando esteve em "Colcha de Retalhos", ao lado de Wynona Ryder e Anne Bancroft. Mais recentemente, ela participou de "Howl no Ugoku Shiro", uma animação de 2004.

Simmons deixa duas filhas, Tracy Granger e Kate Brooks, disse o Los Angeles Times. Ela vivia em Santa Monica com um cachorro e dois gatos, informou o IMDb.COM.

(Reportagem de Mohammad Zargham)

 
<p>Foto de arquivo da atriz brit&acirc;nica Jean Simmons, em Los Angeles. A atriz brit&acirc;nica Jean Simmons, que estrelou o filme "Hamlet" ao lado de Laurence Olivier, morreu na Calif&oacute;rnia ap&oacute;s 60 anos de carreira, informou neste s&aacute;bado o jornal Los Angeles Times.22/01/2010.REUTERS/Fred Prouser/Files</p>