Colecionador suíço doa coleção de arte a Cuba

terça-feira, 26 de janeiro de 2010 18:45 BRST
 

HAVANA (Reuters) - Um colecionador de arte suíço doou nove obras de vários artistas, de Pablo Picasso a Camille Pissarro, ao Museu Nacional de Belas Artes de Cuba, em Havana, divulgou a mídia cubana nesta terça-feira.

Gilbert Brownstone pretende doar um total de 120 obras de arte a Cuba e dedicou a doação a cinco agentes cubanos presos nos Estados Unidos por seu papel na derrubada em 1996 de dois aviões pilotos por exilados cubanos, disse o jornal Granma do Partido Comunista.

Autoridades cubanas lhe deram a Medalha da Amizade na segunda-feira.

"Graças a Gilbert, estamos adquirindo nomes essenciais da vanguarda que não estavam incluídas no nosso patrimônio", disse o ministro da Cultura Abel Prieto.

Os nove quadros são dos artistas Picasso, Pissarro, Andy Warhol, Marcel Duchamp, Joan Miró, Roy Lichtenstein e Andre Masson, segundo o Granma.

Brownstone, dono de uma galeria e ex-curador do Museu de Arte Moderna em Paris, doou obras para outros museus, como o Centro Georges Pompidou em Paris, através da Fundação Brownstone.

Os cinco agentes cubanos em prisões norte-americanas são conhecidos em Cuba como os "Cinco Herois" e são vistos pelo governo cubano como presos injustamente.

Eles foram condenados de várias acusações e presos depois que caças cubanos derrubaram dois aviões pilotados pelo grupo exilado cubano Brothers to the Rescue quando voavam perto de Cuba.

(Reportagem de Nelson Acosta)