Sony processa canal de TV por exibir vídeos de Michael Jackson

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010 10:53 BRST
 

NOVA YORK, 26 de janeiro, 21h15 (Reuters) - Algumas homenagens a Michael Jackson transmitidas pelo canal TV Guide após a morte do cantor, no ano passado, incluíram obras de Jackson exibidas sem autorização, acusou a Sony Music Entertainment em processo aberto na terça-feira.

O canal de entretenimento a cabo não pediu autorização nem fez pagamento algum à Sony, detentora dos direitos autorais sobre alguns dos conteúdos incluídos nos documentários.

Os programas foram transmitidos repetidas vezes logo após a morte do cantor, de acordo com a ação por infração de direitos autorais registrada em um tribunal federal de Manhattan.

O processo pede que a TV Guide pare de exibir os documentários e pague indenização de valor não especificado à Sony Music Entertainment, pertencente à Sony Corporation.

Os programas "Michael Jackson: His Musical Legacy" e "Michael Jackson: The Life and Times of the King of Pop", transmitidos pelo canal TV Guide, incluíram alguns dos vídeos musicais mais famosos de Jackson, entre eles "Beat It", "Billy Jean" e "Thriller".

Não foi possível obter declarações da TV Guide.

Michael Jackson morreu em junho passado, aos 50 anos, de parada cardíaca provocada por overdose de medicamentos e do anestésico poderoso propofol. As autoridades de Los Angeles ainda investigam sua morte, e ninguém foi indiciado no caso.

(Reportagem de Edith Honan)