Pelo Haiti, astros regravam "We Are the World"

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010 09:57 BRST
 

Por Dean Goodman

LOS ANGELES (Reuters) - Cantores, rappers e atores famosos como Barbra Streisand, Kanye West e Miley Cyrus deixaram seus egos do lado de fora para gravarem uma nova versão de "We Are the World", em benefício das vítimas do terremoto no Haiti, 25 anos depois dessa canção servir para alertar o mundo sobre fome na África.

Nenhum dos participantes originais da gravação foi chamado para a nova versão, mas o estúdio em Hollywood foi o mesmo, assim como a direção artística do maestro Quincy Jones e de Lionel Richie, um dos autores da música.

Ao todo, mais de 70 astros emprestaram suas vozes à gravação, e todos pareciam mutuamente encantados. "Como celebridades, somos fãs uns dos outros, então estamos todos pegando autógrafos e números (de telefones)," disse Natalie Cole após a gravação de segunda-feira.

Celine Dion, Streisand e Tony Bennett pareceram atrair mais olhares. O galã canadense Justin Bieber, de 15 anos, brincou dizendo que pediria ao seu novo amigo Akon que conseguisse o telefone de Nicole Scherzinger, da banda Pussycat Dolls.

Streisand, notória perfeccionista, gravou várias vezes os versos originalmente cantados por Diana Ross, soando cada vez melhor que na anterior. A jazzista Patti Austin entrou na cabine de gravação para orientá-la.

O guitarrista Carlos Santana cantou junto, embora não seja cantor. Dois dos Beach Boys, Brian Wilson e Al Jardine, pareciam se ignorar.

O tenor Josh Groban descreveu o evento como "caos inspirado". "É ótimo ver tantos artistas legendários suando a camisa. Tudo mundo deixou seu ego na porta", disse ele, referindo-se ao pedido feito por Jones na sessão original, em 1985.

"Ficar ali no meio de um sanduíche entre Barbra Streisand e Weezy (o rapper Lil Wayne) foi pessoalmente uma experiência criativa que acho que jamais terei o prazer de ter novamente", acrescentou Groban.   Continuação...

 
<p>Crian&ccedil;as esperam pela distribui&ccedil;&atilde;o de alimentos em um campo em Jacmel. Pelo Haiti, astros regravam "We Are the World". REUTERS/Marco Dormino</p>