Lojas esperam que Semana de Moda de Nova York anime consumidores

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010 16:25 BRST
 

Por Michelle Nichols

NOVA YORK (Reuters) - As lojas de departamentos norte-americanas e britânicas esperam que as tendências de outono e inverno da Semana de Moda de Nova York não apenas atraiam os consumidores de volta às lojas, como os empolgue o suficiente para que se disponham a pagar preços integrais, apesar das dificuldades da economia.

Após um ano abissal para as vendas a varejo, enquanto EUA e Grã-Bretanha sofreram a pior recessão em décadas, os diretores de moda da Neiman Marcus, Saks Fith Avenue, Harrods e Liberty disseram à Reuters que sentem um clima de otimismo crescente.

Quando a Semana de Moda de Nova York começar, na quinta-feira, a exibir as coleções de outono-inverno 2010, as lojas pretendem ser mais seletivas e dispor de menos roupas, buscando impelir as consumidoras a pagar o preço integral pelas peças, e não aguardar pelas liquidações.

"Todos nós ficamos mais seletivos em nossas compras", disse Colleen Sherin, diretora de moda da Saks Fifth Avenue. "Isso está fazendo o consumidor pensar que 'não posso esperar três meses para esta peça chegar às liquidações. Preciso e quero comprá-la agora.'"

"Se a consumidora já tem uma peça, ela não está interessada em comprá-la de novo. Ela vai comprar coisas para somar a seu guarda-roupa, para atualizá-lo com a mensagem atual da temporada", opinou Ken Downing, diretor de moda da Neiman Marcus.

"Todo o mundo tem consciência da situação econômica, e é preciso realmente falar com a consumidora em uma voz que a empolgue e instigue a ir às lojas e comprar", disse ele. "Queremos roupas que sejam tão sedutoras que ela se disponha a comprá-las pelo preço normal, e não esperar até encontrá-las com desconto."

COMPRADORES CAUTELOSOS, MENOS FRIVOLIDADE

Mais de 60 estilistas vão expor suas criações na Semana Mercedes Benz de Moda de Nova York, no centro de Manhattan, enquanto inúmeros outros vão exibir suas coleções em outros pontos da cidade. Os desfiles de Nova York são seguidos pelos de Londres, Milão e Paris.   Continuação...