Estilista Alexander McQueen é encontrado morto

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010 16:04 BRST
 

Por Paul Casciato

LONDRES (Reuters) - O estilista britânico Alexander McQueen foi encontrado morto em sua casa na quinta-feira, a pouco mais de um mês para seu 41o aniversário.

"Ele foi encontrado morto hoje pela manhã", disse à Reuters pelo telefone a diretora de comunicações de McQueen, Samantha Garrett.

O estilista britânico, cujas criações bizarras o elevaram para o topo do mundo da moda, morreu dias antes do início da Semana de Moda de Londres e antes da Semana de Moda de Paris, onde ele deveria apresentar sua nova coleção em 9 de março.

Um comunicado à imprensa divulgado por seu escritório -- aludindo ao estilista por seu primeiro nome, Lee -- diz: "Em nome da família de Lee McQueen, a Alexander McQueen anuncia hoje a notícia trágica de que Lee McQueen, fundador e estilista da grife Alexander McQueen, foi encontrado morto em sua casa".

"Neste momento é inapropriado tecer comentários sobre essa notícia trágica, exceto por dizer que estamos arrasados e compartilhamos o choque e a tristeza da família de Lee."

"A família de Lee pediu privacidade para encarar essa notícia terrível, e esperamos que a mídia respeite isso", acrescenta a nota.

Nascido em Londres em 17 de março de 1969, o mais jovem de seis irmãos, McQueen deixou a escola aos 16 anos de idade e tornou-se aprendiz dos alfaiates tradicionais Anderson and Shephard, de Savile Row, passando depois para o estabelecimento vizinho, Gieves and Hawkes.

O ex-ganhador do prêmio Estilista Britânico do Ano acabou obtendo um mestrado em design de moda da prestigiosa Faculdade Central Saint Martins de Arte e Design.   Continuação...

 
<p>O estilista brit&acirc;nico Alexander McQueen, em Londres, nesta foto de arquivo de 2 de novembro de 2004. McQueen foi encontrado morto nesta quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010. "Ele foi encontrado morto nesta manh&atilde;", disse &agrave; Reuters por telefone a diretora de comunica&ccedil;&otilde;es de McQueen. REUTERS/Matt Dunham/Arquivo</p>