Alec Baldwin é hospitalizado após ligação de emergência da filha

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010 15:41 BRST
 

Por Christine Kearney

NOVA YORK (Reuters) - O ator Alec Baldwin passou um curto período no hospital após sua filha ter chamado a polícia dizendo que ela estava preocupada que ele poderia se ferir, informou a polícia nesta quinta-feira, mas seu porta-voz disse que houve um "equívoco".

A estrela do seriado da rede NBC "30 Rock" e do filme "Simplesmente Complicado", que mora em Manhattan, foi levado por paramédicos na manhã desta quinta-feira para um hospital de Nova York, onde passou cerca de uma hora antes de ser liberado por um médico, acrescentou a polícia.

Baldwin deve apresentar a 82a edição anual do Oscar junto ao ator Steve Martin, em 7 de março.

Um policial da cidade de Nova York que preferiu não se identificar disse que pouco depois da meia-noite a filha de 14 anos de Baldwin, Ireland, ligou para a central de emergência relatando um incidente.

"Ela disse que ele fez declarações que a deixaram preocupada de que poderia se ferir ou tomar comprimidos ou algo assim", afirmou.

Matthew Hiltzik, um porta-voz de Baldwin, declarou em comunicado que o ator estava "bem".

"Foi um mal entendido por parte de uma pessoa. Alec foi rapidamente liberado do hospital, ele está completamente bem e está no trabalho hoje (quinta-feira)", afirmou Hiltzik em comunicado.

O incidente aconteceu após um histórico de problemas familiares envolvendo o ator de 51 anos.

Em 2007, ele pediu desculpas à filha Ireland em rede nacional de televisão depois de a ter chamado de "porquinha grosseira e insensível" em uma mensagem de voz tornada pública na Internet. Em seguida, houve uma amarga disputa de seis anos pela custódia de Ireland entre Baldwin e sua ex-esposa, a atriz Kim Basinger.

 
<p>Foto de arquivo de Alec Baldwin em Nova York, dezembro de 2009. Baldwin &eacute; hospitalizado ap&oacute;s liga&ccedil;&atilde;o de emerg&ecirc;ncia da filha. REUTERS/Finbarr O'Reilly</p>