Balé Bolshoi se apresenta em Cuba pela 1a vez em 30 anos

domingo, 14 de fevereiro de 2010 13:56 BRST
 

HAVANA (Reuters) - Integrantes da companhia russa de balé Bolshoi se apresentaram em Cuba pela primeira vez em 30 anos no sábado, numa performance conjunta com o Balé Nacional Cubano, no teatro Karl Marx, em Havana.

O espetáculo coincidiu com a visita a Cuba do ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, em um momento em que os aliados da Guerra Fria fortalecem laços enfraquecidos após o colapso da União Soviética, em 1991.

Em meio a aplausos do público, seis dançarinos do Bolshoi realizaram alguns dos números de balé clássico da famosa companhia, como "Lago do Cisne" e "Giselle."

Eles alternaram danças com membros do Balé Nacional Cubano, dirigido por Alicia Alonso, de 89 anos.

Alicia disse que o retorno do Bolshoi, que se apresentou pela última vez em Cuba em 1980, é um importante evento para a ilha comunista.

"Estamos todos muito felizes porque não há nada mais bonito para um país que a união dos artistas. Esse é o começo de uma boa amizade", afirmou ela a jornalistas.

Lavrov deixou Cuba no sábado para continuar uma viagem pela América Latina que inclui Nicarágua, Guatemala e México.

Durante sua visita, que começou na quinta-feira, o ministro russo se encontrou com o presidente cubano, Raúl Castro, e assinou acordos diplomáticos, incluindo um compromisso de conversas bilaterais com Cuba em 2011.

Ele disse que as relações de Rússia e Cuba se tornaram uma "associação verdadeiramente estratégica".

Autoridades russas disseram antes da visita que Lavrov e sua delegação discutiriam o fortalecimento dos laços econômicos com Cuba em áreas como eletricidade e alta tecnologia. Contudo, nenhum acordo foi anunciado.

Lavrov, a mais recente de uma série de autoridades russas a visitar Cuba nos últimos dois anos, discursou na quinta-feira ao abrir a Feira Internacional do Livro de Havana, que este ano destaca escritores da Rússia.

 
<p>Integrantes da companhia russa de bal&eacute; Bolshoi se apresentaram em Cuba pela primeira vez em 30 anos no s&aacute;bado, numa performance conjunta com o Bal&eacute; Nacional Cubano, no teatro Karl Marx, em Havana. REUTERS/Enrique De La Osa (CUBA - Tags: SOCIETY)</p>