Parati brinca na lama no Carnaval

domingo, 14 de fevereiro de 2010 17:20 BRST
 

Por Ana Nicolaci da Costa

PARATY, 14 de fevereiro (Reuters) - Perto de uma das cidades coloniais mais tradicionais do Brasil, uma comemoração bizarra de Carnaval ocorre todos os anos: uma parada na qual as fantasias são camadas de uma lama grossa, escura e grudenta.

"Me sinto muito primitivo, como se tivesse correndo por florestas e soltando gritos de guerra", afirmou Chris White, 23 anos, da Nova Zelândia, coberto de lama da cabeça aos pés.

Ele era um das centenas de turistas estrangeiros e brasileiros que rumaram para uma praia próxima a Parati, neste sábado, para se banhar e brincar na lama. Acredita-se que essa lama tenha sido usada por índios para efeitos medicinais.

Casais com roupa de banho se decoravam com a lama, escrevendo os seus nomes um no outro ou o nome dos seus times de futebol. Os mais criativos faziam saias e coroas com as folhas das árvores.

Enquanto a 250 km ao norte, na cidade do Rio de Janeiro, foliões desfilam em fantasias elaboradas, em Parati essas pessoas preferem celebrar a ocasião de modo mais simples, com a Mãe Natureza.

"É muito bom. Adoro bagunça", diz a britânica de 29 anos Sally Fordham, com um sorriso.

Ao som de música eletrônica, foliões mergulham na massa grossa de lama e a arremessam naqueles com vergonha para participar da festa.

FESTA EM CRESCIMENTO   Continuação...

 
<p>Perto de uma das cidades coloniais mais tradicionais do Brasil, uma comemora&ccedil;&atilde;o bizarra de Carnaval ocorre todos os anos: uma parada na qual as fantasias s&atilde;o camadas de uma lama grossa, escura e grudenta. REUTERS/Ricardo Moraes (BRAZIL - Tags: SOCIETY)</p>