Sean Penn é processado por agressão a fotógrafo em Los Angeles

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 20:36 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - O ator Sean Penn, conhecido por seus problemas com os paparazzi, será processado por dois crimes depois de um atrito com um fotógrafo no ano passado, e pode ir para a cadeia se for condenado, disseram autoridades na sexta-feira.

Penn, 49, foi denunciado por lesão corporal leve e vandalismo, depois de ter supostamente chutado a perna do fotógrafo e quebrado sua câmera em outubro, num sofisticado shopping center do bairro de Brentwood, em Los Angeles, segundo o departamento municipal de Justiça.

O incidente foi registrado em vídeo e divulgado no site de celebridades TMZ.com.

Penn ganhou o Oscar por seus papéis em "Sobre Meninos e Lobos", em 2003, e "Milk - A Voz da Igualdade", em 2009.

Frank Matelijan, porta-voz do Departamento de Justiça de Los Angeles, disse que ele pode ser condenado a até 18 meses de prisão. A primeira audiência está marcada para 22 de março.

A promotoria do condado de Los Angeles já havia decidido que não havia razão para abrir processo criminal contra o ator, que em 1987 passou mais de 30 dias na cadeia por agredir um figurante num set de filmagens. Em 2006, ele atacou um fotógrafo no funeral do seu irmão.

Penn também enfrentou uma queixa por agressão doméstica durante seu casamento com a cantora Madonna, que terminou em divórcio em 1989.

No ano passado, ele havia frequentado o noticiário por se separar da atriz Robin Wright Penn, se reconciliar efemeramente com ela e finalmente assinar o divórcio, em agosto.

(Reportagem de Jill Serjeant)

 
<p>O ator Sean Penn participa de coletiva de imprensa em S&atilde;o Francisco, Calif&oacute;rnia, em 2009. Ele ser&aacute; processado depois de um atrito com um fot&oacute;grafo no ano passado, segundo autoridades na sexta-feira. 03/03/2010 REUTERS/Robert Galbraith</p>