EMI diz que quer manter o estúdio Abbey Road

domingo, 21 de fevereiro de 2010 14:12 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A gravadora EMI quer manter a posse do estúdio de gravação Abbey Road, imortalizado pelo álbum dos Beatles de mesmo nome, apesar de estar discutindo com outros grupos sobre a revitalização do local, informou a EMI neste domingo.

Uma fonte ligada ao tema disse à Reuters na semana passada que a EMI havia colocado o estúdio, que está dando prejuízo, à venda e estava conversando com algumas empresas interessadas, apesar de o acordo ser iminente.

"A EMI confirma que está realizando negociações preliminares para a revitalização do Abbey Road com outros grupos adequados e interessados", informou a empresa em comunicado, sem dar maiores detalhes.

A EMI estava negociando desde novembro de 2009 para encontrar meios de revitalizar o estúdio, que está dando prejuízo há anos, mas rejeitou uma oferta no valor de 30 milhões de libras (46 milhões de dólares).

"Acreditamos que o Abbey Road deve permanecer na posse da EMI", afirmou a gravadora.

Milhões de fãs dos Beatles no mundo têm uma ligação sentimental com o estúdio, que também se tornou ponto turístico para os que buscam uma foto da faixa de pedestre que foi a capa do álbum dos Beatles.

Na semana passada o estúdio, que estava à venda, atraiu muitos interessados, inclusive o ex-Beatle Paul McCartney, que disse que o estúdio deveria ser salvo, e o músico e empresário do teatro Andrew Lloyd Webber, que se manifestou como comprador potencial.

(Reportagem de Estelle Shirbon)