24 de Fevereiro de 2010 / às 16:38 / em 8 anos

Semana de moda de Milão começa com cronograma reduzido

<p>Modelos aguardam antes de subir na passarela para a cole&ccedil;&atilde;o feminina Outono/Inverno 2010/2011 Seduzioni Diamonds de Valeria Marini. Mil&atilde;o iniciou nesta quarta-feira a etapa italiana do calend&aacute;rio internacional da moda. 24/02/2010 REUTERS/Max Rossi</p>

Por Marie-Louise Gumuchian

MILÃO (Reuters Life!) - Milão deu início nesta quarta-feira à etapa italiana do calendário internacional da moda, com um cronograma mais apertado de desfiles que visa atender às necessidades da imprensa estrangeira, mas que desagradou aos estilistas.

Milhares de jornalistas e compradores desembarcaram na capital italiana da moda para ver os desfiles de moda feminina para o próximo inverno de grifes como Giorgio Armani, Prada e Versace.

Mas os grandes nomes comprimiram seus desfiles em apenas quatro dias da semana, que vai de 24 de fevereiro a 1o de março, depois de uma poderosa editora de moda -- Anna Wintour, da Vogue -- ter supostamente encurtado sua estadia em Milão.

Vários estilistas e empresários expressaram a preocupação de que uma semana de desfiles mais curta reduziria a força da indústria da moda italiana. A semana de moda de Paris dura nove dias.

“Ninguém, nem mesmo se a pessoa se chama Anna Wintour, pode se dar o direito de fazer ou desfazer nosso calendário de moda”, reclamou a prefeita de Milão, Letizia Moratti, segundo os jornais italianos.

“Por essa razão, precisamos todos trabalhar unidos.”

O jornal italiano Corriere della Sera destacou uma matéria sobre os problemas do calendário, dizendo que Wintour segura o setor de moda da Itália “em seu punho cerrado”.

Wintour, que tem fama de ser gélida, é vista como inspiração da editora implacável representada por Meryl Streep no filme “O Diabo Veste Prada”.

Relatos da mídia disseram que ela pretende passar apenas três dias em Milão, porque depois disso irá à semana de moda de Paris e em seguida a Los Angeles para assistir à entrega dos Oscar.

“Estou ansiosa para ir à Itália, como sempre”, disse Wintour à publicação especializada Women’s Wear Daily.

Nomes menores e estilistas jovens abriram a semana de moda de Milão, que terá ao todo mais de 80 desfiles e também apresentações. Na quinta-feira, Prada e D&G vão iniciar a fase intensiva de desfiles das grifes maiores, até domingo.

Levando adiante a tendência crescente de moda online, vários desfiles serão transmitidos ao vivo na Internet. Os estilistas estão aderindo à tendência crescente de fashionistas internautas, levando o glamour das passarelas para além da cobiçada primeira fileira da plateia.

A dupla de estilistas formada por Domenico Dolce e Stefano Gabbana foi além: vai transmitir os desfiles de suas grifes D&G e Dolce & Gabanna ao vivo em smartfones iPhone e Android.

De acordo com a câmara da moda italiana, o faturamento do setor caiu 15 por cento no ano passado, para 56,5 bilhões de euros (76,76 bilhões de dólares). A previsão para este ano é de um crescimento de 6,5 por cento.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below