ESTREIA-Agora em 3D, "Toy Story" volta aos cinemas

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010 11:47 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Reestreia nesta sexta-feira nos cinemas, exclusivamente nas salas com a tecnologia 3D, o primeiro filme da série "Toy Story". Lançado em 1995, o desenho animado marcou a estreia do estúdio Pixar na produção de longas, que viria a culminar, anos depois, em sucessos como "Procurando Nemo" (2003), "Ratatouille" (2007) e mais recentemente, "Up - Altas aventuras".

A nova versão de "Toy Story" não traz cenas novas, apenas o 3D em alguns momentos do filme, o que deve realçar não apenas o colorido, mas a qualidade da animação da Pixar -- que foi se aperfeiçoando ao longo dos anos. Como boa parte do público-alvo do filme não era nem nascida quando da estreia, "Toy Story" pode ser uma experiência nova no cinema.

Dirigido por John Lasseter ("Vida de Inseto", "Toy Story 2), o filme acompanha o que acontece aos brinquedos quando não há humanos por perto. Eles ganham vida e personalidade e agem como se fossem pessoas de verdade, dotados de sentimentos, passado e relações sociais.

No centro da ação estão duas figuras icônicas da cultura norte-americana, um caubói e um astronauta. Woody, o vaqueiro que representa a tradição, é o mais querido dos brinquedos, amado não apenas por seu dono, Andy, como também pelos seus colegas de plástico. Isso muda com a chegada de Buzz Lightyear, astronauta de uniforme cheio de geringonças e com os olhos voltados à possibilidade de um futuro intergaláctico.

Uma série de desventuras -- uma delas inclui a acusação de Woody tentar matar Buzz jogando-o pela janela -- obriga os dois bonecos a juntar forças para salvar as suas vidas. O plano dá tão certo, que quatro anos mais tarde, em 1999, eles já eram grandes amigos e protagonizaram "Toy Story 2", que reestreia nos cinemas brasileiros em 3D digital no dia 5 de março.

Também dirigido por Lasseter, o segundo filme retoma os personagens, agora amigos, criando outras aventuras e conflitos. Tudo começa quando um colecionador de brinquedos maluco rapta Woody. Este se descobre muito valioso, um personagem que também que teve seu próprio programa de televisão nos anos de 1950.

Para evitar que Woody se torne um objeto de museu, longe das crianças e das brincadeiras, Buzz recruta seus amigos-brinquedos, como o Sr. Cabeça de Batata, um cachorro e um porquinho, que saem em busca de salvar o caubói.

O relançamento dos dois "Toy Story" em 3D serve como um aquecimento para a estreia do terceiro filme da série -- prometida para 18 de junho. O novo longa é dirigido por Lee Unkrich ("Procurando Nemo") a partir de um roteiro de Michael Arndt ("Pequena Miss Sunshine"). Nessa nova aventura, Buzz, Woody e toda a turma vão parar numa creche depois que Andy, grandinho demais para brincar com eles, vai para a faculdade.

Além disso, os dois primeiros "Toy Story" serão relançados em DVD no próximo mês.

(Por Alysson Oliveira, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb

 
<p>Diretor John Lasseter posa com personagem de "Toy Story" no 66o Festival de Cinema de Veneza em 2009. O filme reestreia nesta sexta-feira nos cinemas em 3D. 06/08/2009 REUTERS/Tony Gentile</p>