26 de Fevereiro de 2010 / às 16:30 / 8 anos atrás

Gibi de Batman é vendido por novo recorde de US$1,075 milhão

<p>Gibi de Batman que foi vendido por novo recorde de US$1,075 milh&atilde;o. REUTERS/Handout</p>

Por Alex Dobuzinskis

LOS ANGELES (Reuters) - As primeiras aparições de Superman e Batman em gibis quebraram recordes de valor de venda em leilões e romperam a barreira de 1 milhão de dólares, em uma época em que os investimentos tradicionais vêm se saindo mal e que os super-heróis parecem estar se tornando mais atraentes.

Um gibi de 1939 em que a figura do mascarado Batman combatendo o crime apareceu pela primeira vez foi vendido em leilão em Dallas, na quinta-feira, pelo valor recorde de 1,075 milhão de dólares, anunciou a Heritage Auction Galleries.

Três dias antes, um comprador pagou 1 milhão de dólares pela estreia mundial de Superman na primeira edição de seu gibi da Action Comics, mais que triplicando o recorde mundial anterior de gibis, fixado no ano passado.

Shirrel Rhoades, ex-editor e vice-presidente executivo da Marvel Comics, disse que os altos valores de venda dos gibis constituem em parte um reflexo da situação difícil da economia no momento.

“Quando a bolsa está em baixa e os investimentos imobiliários também, os objetos colecionáveis representam uma alternativa na qual se pode investir e que pode ter algum potencial de crescimento”, disse ele.

Rhoades disse ainda que o gibi número 1 da Action Comics, de 1938, pode ser visto como mais histórico que o primeiro gibi em que Batman apareceu, mas que as vendas desta semana parecem estar seguindo sua lógica própria.

A Heritage Auction Galleries não divulgou o nome do dono anterior ou da pessoa que arrematou o volume Detective Comics número 27, o primeiro gibi a trazer o personagem Batman.

O dono anterior é um colecionador experiente que comprou o gibi por 100 dólares há mais de 40 anos. Na época, disse a Heritage Auction Galleries, o preço que ele pagou pareceu alto.

ECONOMIA EM BAIXA, GIBIS EM ALTA

A venda do gibi Action Comics número 11 foi feita pela ComicConnect.com, e Vincent Zurzolo, executivo operacional chefe do site, concorda com a visão de Rhoades de que gibis estão sendo vendidos por valores recordes porque representam um investimento atraente em uma economia em recessão.

Ele disse que compradores pagam valores altos por gibis antigos porque querem algo “com o qual estejam familiarizados, com que se sintam à vontade e que considerem ser um bom investimento.”

Na década de 1930, os gibis Action Comics número 1 e Detective Comics número 27 eram vendidos por 10 centavos de dólar.

Especialistas disseram que uma mesma edição de um gibi pode variar muito de preço, dependendo da condição de conservação da revista.

A Heritage Auction e a ComicConnect disseram que as revistas que venderam esta semana eram cópias em ótimo estado de conservação.

Rhoades contou que é dono de uma cópia rasgada do Action Comics número 1 que está sem a capa e vale muito pouco.

Mas disse que, mais de oito anos atrás, doou a uma faculdade de arte um exemplar do gibi de 1963 Amazing Spider-Man número1 (Homem Aranha) que na época valia 40 mil dólares. Ele estima que esse valor já tenha chegado a mais de 100 mil dólares.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below