Pai do ator Andrew Koenig confirma tese de suicídio

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 19:48 BRT
 

VANCOUVER (Reuters) - O ator norte-americano Andrew Koenig, que estrelou na década de 1980 a série cômica "Growing Pains", cometeu suicídio, disse seu pai na quinta-feira, horas depois de amigos localizarem o corpo dele em uma área isolada de um parque.

Koenig, 41 anos, havia sido visto pela última vez no dia 14, quando deixou o apartamento de um amigo onde se hospedava em Vancouver. Quatro dias depois, foi dado como desaparecido, quando seu pai recebeu em Los Angeles uma carta sombria do filho.

"Nosso filho tirou a própria vida", disse a jornalistas o também ator Walter Koenig, que interpretou o tenente Pavel Chekov na primeira versão da série de TV "Jornada nas Estrelas".

A desaparição de Koenig havia mobilizado amigos como os atores Alyssa Milano, Kirk Cameron e Sarah Silverman. No site de Walter Koenig, os pais dele postaram uma longa descrição do filho, incluindo o fato de que ele sofria de depressão clínica ao desaparecer.

Na entrevista coletiva de quinta-feira, Walter Koenig fez um apelo para que pessoas que possam estar igualmente deprimidas não ignorem a doença e procurem ajuda.

Após uma semana de buscas, Walter Koenig disse que ele e amigos de Andrew tentaram uma última varredura no Parque Stanley - uma ampla extensão de grama, árvores e atrações turísticas perto do centro da cidade - na manhã de quinta-feira. Por volta de 12h, um amigo achou o corpo.

Andrew Koenig interpretava Richard "Boner" Stabone na série "Growing Pains", mas desde então havia feito principalmente papéis pequenos no cinema e na TV. Ele apresentava uma comédia "standup" em clubes de Los Angeles, como o The Improv, e também atuou como produtor e montador de filmes.

Além disso, o ator era ativo em causas sociais, e chegou a ser detido em 2008 num protesto contra o envolvimento dos EUA na Olimpíada de Pequim.

(Reportagem de Alan Dowd em Vancouver e Bob Tourtellotte em Los Angeles)