2 de Março de 2010 / às 19:04 / 7 anos atrás

Candidatos ao Oscar mapeiam o caminho que pode levar ao ouro

<p>Diretora Kathryn Bigelow, indicada ao Oscar de melhor diretor por "Guerra ao Terror" posa junto ao ator Jeremy Renner, indicado ao pr&ecirc;mio de melhor ator pelo mensmo filme, durante almo&ccedil;o dos indicados em Beverly Hills em fevereiro. Junto com "Avatar" o filme recebeu nove indica&ccedil;&otilde;es ao Oscar. 15/02/2010Mario Anzuoni</p>

Por Bob Tourtellotte

LOS ANGELES (Reuters) - Hollywood já começou a mapear o caminho que conduz à glória no Oscar, e, embora os protagonistas da disputa incluam favoritos disparados em várias categorias, os observadores de setor ainda preveem algumas surpresas e emoções.

"Guerra ao Terror" e a aventura de ação "Avatar" receberam cada um nove indicações aos prêmios mais importantes do cinema mundial. São vistos como os candidatos favoritos entre os dez indicados a melhor filme, mas qual dos dois filmes pode de fato levar a estatueta é uma incógnita.

A cerimônia de entrega do Oscar, que será televisionada ao vivo no domingo, é vista anualmente por centenas de milhões de telespectadores em todo o mundo, e este ano os organizadores do evento da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas tomaram a iniciativa incomum de contratar dois apresentadores, Alec Baldwin e Steve Martin, na tentativa de imprimir humor e agilidade à noite.

E o que seria do Oscar sem polêmica? Na semana passada surgiram relatos de que o produtor de "Guerra ao Terror", Nicolas Chartier, teria enviado um e-mail aos membros da Academia pedindo que votassem em seu filme - uma violação das normas pela qual ele já pediu desculpas.

Qual será seu castigo? Pode ser algo tão simples quanto a Academia cancelar os ingressos dele para a cerimônia, mas uma porta-voz disse que nenhuma decisão seria tomada a esse respeito até todas as cédulas de voto do Oscar terem sido recebidas, nesta terça-feira.

"Não parece haver tanto suspense assim, mas o fato é que haverá tensão até o último instante, quando o melhor filme for anunciado", disse Dave Karger, que escreve sobre cinema na revista Entertainment Weekly.

DISPUTA ENTRE DOIS CANDIDATOS?

Em um esforço para ampliar o pool de candidatos a melhor filme, a Academia, pela primeira vez desde 1943, indicou 10 filmes nessa categoria, em lugar dos cinco habituais. Mesmo assim, a maioria dos observadores acha que a disputa por melhor filme é uma corrida entre dois candidatos e que a vantagem está com "Guerra ao Terror".

Esse filme, sobre soldados que desativam bombas no Iraque, foi premiado pelos importantes sindicatos de produtores, diretores e roteiristas, fato que deve lhe conferir uma vantagem porque muitos membros desses sindicatos estão entre os aproximadamente 5.800 eleitores do Oscar na Academia.

Mas "Avatar", devido a sua tecnologia 3D e de "performance-capture", deve receber Oscar em categorias técnicas, e o fato de ser o maior sucesso de bilheteria de todos os tempos - já rendeu 2,5 bilhões de dólares em todo o mundo, e esse valor continua a subir - é difícil de ignorar.

Outro fator complicador é que a disputa entre "Guerra ao Terror" e "Avatar" pode dividir os votos preferenciais, abrindo caminho para a fantasia sobre a 2a Guerra Mundial "Bastardos Inglórios", o drama urbano "Preciosa" ou qualquer outro dos dez indicados ao Oscar de melhor filme.

Mas outras disputas chaves dão a impressão de já estarem decididas de antemão. Jeff Bridges, pelo papel de um cantor country em "Coração Louco", já recebeu vários troféus este ano, e a expectativa é que leve para casa também o Oscar de melhor ator.

A disputa pela estatueta de melhor atriz parece ser dominada por Meryl Streep pelo papel da chef Julia Child na comédia "Julie & Julia" e Sandra Bullock pelo papel de uma mulher rica que converte um adolescente sem-teto em astro do futebol americano, em "Um Sonho Possível". Como Bridges, Bullock já recebeu vários prêmios este ano e está sendo vista como favorita ao Oscar.

As atuações da comediante Mo'Nique no papel de mãe abusiva, em "Preciosa", e do ator austríaco Christoph Waltz como oficial nazista em "Bastardos", fizeram deles as apostas favoritas para os Oscar de melhor atriz e ator coadjuvantes.

Finalmente, na disputa pela estatueta de melhor diretor, Kathryn Bigelow ("Guerra ao Terror") vai concorrer diretamente com seu ex-marido James Cameron ("Avatar"). Se Bigelow sair ganhando, conforme as previsões, ela será a primeira mulher na história dos Oscar a levar a estatueta de melhor diretor - um evento histórico em Hollywood e que, sem dúvida, será motivo de muita empolgação.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below