ESTREIA-Em "Amor Acontece", superação abre porta para felicidade

quinta-feira, 4 de março de 2010 12:11 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Esqueça que um dia você viu "Friends" e tire Rachel definitivamente de sua cabeça porque, em "O Amor Acontece", Jennifer Aniston consegue fugir do papel que a celebrizou na TV e no qual seus fãs querem eternizá-la. Ela continua capaz de fazer algumas caras adoráveis, mas agora como uma mulher madura que sabe o que quer, longe de amigos enrolados.

O filme, que estreia nesta sexta em São Paulo, Rio e capitais do Nordeste, tem os ingredientes comuns aos romances, mesmo abordando um tema mais sério, que é o da manipulação imposta por gurus de autoajuda a pessoas fragilizadas, que fazem qualquer coisa para encontrar a felicidade e superar seus dramas pessoais. Mesmo assim, não se espere um filme pesado, porque o tema é tratado com leveza, sem perder o bom humor.

Burke Ryan (Aaron Eckart, de "Obrigado por Fumar") é um escritor que perdeu a mulher num trágico acidente de automóvel e usa sua experiência para ajudar pessoas em dificuldades de superar traumas do passado. Como acontece nos Estados Unidos, a obra virou best-seller e Burke tornou-se uma celebridade. Ele viaja pelo país para dar workshops e vender seus livros, sempre acompanhado de um empresário que o assessora para encontrar novas oportunidades para faturar.

Mas o que vamos conhecer aos poucos é que Burke é adepto da filosofia "faça o que eu digo, mas não o que faço". Ele consegue eletrizar a plateia com seus conselhos, mas não é capaz de transformar sua própria vida, depois da perda da mulher. Ele sabe que está sendo desonesto e isso o incomoda. Mas, no fundo, ele quer realmente ajudar pessoas necessitadas de conforto.

Mas quem vai finalmente levá-lo a se olhar no espelho é Eloise Chandler (Jennifer Aniston), dona de uma floricultura que acabou de romper com o namorado mulherengo. Ela tem todos os motivos do mundo para querer distância de aventureiros, quando se esbarram casualmente no hotel onde o escritor está hospedado, na cidade de Seattle, e para o qual ela fornece arranjos de flores.

Superados os desentendimentos iniciais - ingrediente básico das histórias românticas -, eles começam a sair juntos e Burke passa a negligenciar seus compromissos profissionais, para desespero de seu empresário. Mas os problemas ainda não superados por Burke também impedem que o romance com Eloise engrene. Ele busca uma segunda oportunidade para ser feliz, mas a morte da esposa parece um obstáculo intransponível.

Enquanto vê seu novo romance naufragar, Burke se compadece de um homem que perdeu o filho e frequenta um de seus workshops. A história de ambos possui um elemento comum que os torna quase irmãos em matéria de sofrimento. E é a superação desse problema, que angustia os dois perdedores, que mudará a vida de ambos.

(Por Luiz Vita, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb

 
<p>Atriz Jennifer Aniston durante estreia do filme "O Amor Acontece" em Los Angeles em 2009. O filme rom&acirc;ntico entra em circuito nacional nesta sexta-feira. 15/09/2009 REUTERS/Fred Prouser</p>