Presença de John Lennon em anúncio de carro provoca polêmica

sexta-feira, 5 de março de 2010 11:22 BRT
 

Por Monica Herrera

NOVA YORK (Billboard) - Um novo comercial da Citroen que está sendo transmitido na televisão britânica inclui imagens antigas de John Lennon, e agora fãs dos Beatles estão se perguntando se Yoko Ono tomou a decisão certa quando permitiu que a montadora francesa usasse a imagem de seu marido morto.

No comercial - que promove o novo modelo DS-3 "antirretrô" da Citroen - Lennon é visto criticando pessoas que revisitam o passado em seu trabalho atual.

"Depois que uma coisa foi feita, ela foi feita, então por que essa nostalgia toda - quero dizer pelos anos 1960 e 1970, sabe, buscando inspiração no passado, copiando o passado - de que maneira isso é rock'n'roll?", diz Lennon.

"Crie alguma coisa própria. Comece alguma coisa nova, sabe como? Viva sua vida agora. Sabe o que eu quero dizer?"

Em resposta à polêmica, Sean Lennon, filho de John Lennon e Yoko Ono, foi a sua página no Twitter e explicou o raciocínio que motivou a decisão de sua mãe.

"Ela não fez isso pelo dinheiro", disse Sean Lennon. "Teve a ver com a esperança de manter meu pai vivo na consciência pública. Não há mais LPs novos, então o comercial de TV é exposição dele junto aos jovens."

"Tendo acabado de ver o comercial, entendo por que as pessoas estão furiosas", acrescentou. "Mas (nossa) intenção não foi financeira, foi simplesmente querer que ele continue aí fora no mundo."

Quando uma das pessoas que acompanham Sean Lennon no Twitter argumentou que o público ainda tem plena consciência de quem são os Beatles (Obrigado, "Beatles Rock Band"), ele respondeu: "Você não acreditaria quantos jovens me perguntam quem foram os Beatles."

 
<p>Yoko Ono, vi&uacute;va do ex-integrante dos Beatles John Lennon, participa de coletiva de imprensa em T&oacute;quio em 2006. Um novo comercial da Citroen na televis&atilde;o brit&acirc;nica usou imagens antigas de Lennon, causando pol&ecirc;mica entre f&atilde;s sobre a decis&atilde;o de Yoko Ono ao permitir o uso da imagem de Lennon pela montadora francesa. 02/11/2006 REUTERS/Toshiyuki Aizawa</p>