Cameron e Globo de Ouro são os grandes derrotados do Oscar

segunda-feira, 8 de março de 2010 08:32 BRT
 

Por Dean Goodman

LOS ANGELES (Reuters) - Há 12 anos, James Cameron se declarou "rei do mundo" ao ganhar o Oscar de melhor filme por "Titanic". Sua expectativa de bis com "Avatar" este ano foi estragada por "Guerra ao Terror", filme de baixo orçamento ambientado no Iraque e dirigido por sua ex-esposa Kathryn Bigelow.

Ambos os filmes tinham nove indicações, inclusive as de melhor filme e melhor diretor. "Guerra ao Terror" ganhou as duas e outras quatro estatuetas na cerimônia da noite de domingo. "Avatar" terminou com três prêmios, todos em categorias técnicas. Cameron, indicado pessoalmente em três categorias, saiu de mãos abanando.

Outro grande derrotado foi "Amor Sem Escalas", cujo protagonista, George Clooney, não escondeu sua expressão de enfado por ver o filme ser esnobado nas seis categorias em que concorria.

Um grande derrotado da noite também foi o prêmio Globo de Ouro, muitas vezes considerado uma prévia do Oscar. Em janeiro, os cerca de 80 integrantes da Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood concederam os troféus de melhor drama e direção a "Avatar".

Já o Prêmio Escolha da Crítica, que reúne cerca de 240 críticos de rádios, TVs e sites dos EUA e Canadá, manteve sua sintonia com a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que concede o Oscar. Nos últimos dez anos, oito filmes e sete diretores premiados repetiram a dose no Oscar.

"Se você quer ganhar um Oscar, a primeira coisa a fazer é ganhar o Escolha da Crítica", disse Joey Berlin, presidente da associação de críticos, à Reuters. "Somos profissionais do cinema, e é uma amostra grande o suficiente para dizer o que outros profissionais do cinema irão dizer."

"Bastardos Inglórios", que tinha oito indicações, acabou apenas com o prêmio de melhor ator coadjuvante, para o austríaco Christoph Waltz, no sinistro papel de um caçador de judeus.

O diretor Quentin Tarantino era uma boa aposta para o prêmio de melhor roteiro original, que acabou ficando mesmo com "Guerra ao Terror". O prêmio de melhor roteiro adaptado foi para "Preciosa."

"Distrito 9" e "Nine", que reuniam quatro indicações, também terminaram a noite de mãos vazias.

 
<p>Diretora Kathryn Bigelow de "Guerra ao Terror" e James Cameron, seu ex-marido e diretor do derrotado "Avatar", na cerim&ocirc;nia do Oscar. 08/03/2009 REUTERS/Gary Hershorn</p>