Em meio a rumores, Carla Bruni diz na TV que Sarkozy é fiel

quarta-feira, 10 de março de 2010 15:36 BRT
 

Por Crispian Balmer

PARIS (Reuters) - A ex-supermodelo Carla Bruni-Sarkozy disse que seu marido, o presidente francês Nicolas Sarkozy, nunca a trairia e descreveu a história de amor deles como um "conto de fadas real".

Bruni, que se casou com Sarkozy há dois anos após um rápido romance, fez os comentários à televisão britânica Sky News numa entrevista divulgada na quarta-feira e gravada na última sexta-feira.

Nos últimos três dias, rumores publicados na Internet e nos jornais britânicos dizem que Bruni e o presidente francês estão tendo casos extraconjugais.

O Elysée não fez comentários sobre a especulação.

Embora a entrevista da Sky tenha sido feita antes de surgirem os rumores, o repórter perguntou se Bruni confiava em Sarkozy, dadas as especulações de que ele tenha tido affairs antes de se conhecerem.

"Oh, sim, muito. Ele nunca teria um caso. E você já viu alguma foto dele com um caso? Ah, então", disse Bruni, olhando firme para o entrevistador.

Questionada sobre se acreditava que o casamento deles duraria para sempre, Bruni fez uma pausa antes de dizer: "Acredito que o casamento deveria ser para sempre, mas, ninguém sabe o que acontece. Gostaria que fosse para sempre, essa é a minha esperança, mas podemos morrer amanhã".

Estrela das passarelas que virou uma cantora, Bruni levou glamour ao palácio do Elysée em fevereiro de 2008 ao se casar com o hiperativo Sarkozy, que havia se divorciado da segunda mulher apenas quatro meses antes.   Continuação...

 
<p>Presidente franc&ecirc;s, Nicolas Sarkozy, e a primeira-dama, Carla Bruni, durante evento no Rio de Janeiro em dezembro de 2009. REUTERS/Bruno Domingos/Files</p>