Sony fecha contrato milionário com herdeiros de Michael Jackson

terça-feira, 16 de março de 2010 15:52 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O Rei do Pop morreu; longa vida para o Rei do Pop.

É o que a Sony Music parecia estar dizendo ao assinar um contrato de 250 milhões de dólares, envolvendo 10 álbuns, para o lançamento do catálogo de Michael Jackson e músicas ainda inéditas do popstar.

O selo, que é uma unidade da Sony Corporation, deve lançar a primeira leva de música nova em novembro.

Jackson teve contrato com o selo Epic, da Sony, por 30 anos, e o novo contrato com seus herdeiros estende a duração de sua vinculação com o selo de 2015 para 2017.

O autoproclamado Rei do Pop foi um dos artistas a ter as maiores vendas em 2009, quando seus fãs, novos e antigos, choraram sua morte em 25 de junho. As vendas de músicas de Michael Jackson foram um reforço para a Sony Corporation inteira.

A Sony Music já vendeu 28 milhões de álbuns de Michael Jackson, incluindo 5 milhões de cópias da trilha sonora de "This Is It", documentário mostrando a preparação para os shows que o astro planejava realizar no momento em que morreu.

A Sony Pictures, unidade da Sony em Hollywood, produziu o filme, que foi o número 1 em matéria de vendas de DVDs e quebrou recordes anteriores de vendas de primeira semana de um filme musical.

(Reportagem de Yinka Adegoke)

 
<p>Mariah Carey e Trey Lorenz cantam em cerim&ocirc;nia de homenagem ao lend&aacute;rio Michael Jackson no Staples Center em Los Angeles em julho. A Sony Music assinou um contrato de 250 milh&otilde;es de d&oacute;lares, envolvendo 10 &aacute;lbuns, para o lan&ccedil;amento do cat&aacute;logo do Rei do Pop. 07/07/2009 REUTERS/Gabriel Bouys/Pool</p>