March 16, 2010 / 1:59 PM / 7 years ago

Abba e Genesis entram para o Hall da Fama do rock

4 Min, DE LEITURA

<p>Lyngstad e Andersson, do Abba, durante cerim&ocirc;nia em Nova York. A banda sueca Abba entrou na segunda-feira para o Hall da Fama do Rock and Roll, numa cerim&ocirc;nia que homenageou artistas t&atilde;o diversos quanto o grupo brit&acirc;nico Genesis e o cantor de reggae Jimmy Cliff.15/03/2010.Shannon Stapleton</p>

Por Christine Kearney e Ellen Wulfhorst

NOVA YORK (Reuters) - A banda sueca Abba entrou na segunda-feira para o Hall da Fama do Rock and Roll, numa cerimônia que homenageou artistas tão diversos quanto o grupo britânico Genesis e o cantor de reggae Jimmy Cliff.

Benny Andersson, cantor e compositor do Abba, e a vocalista Anni-Frid Prinzessin Reuss compareceram ao evento de gala no famoso hotel Waldorf Astoria, em Nova York, onde o Abba, o Genesis, Cliff e as bandas Hollis e Stooges foram formalmente incluídos no Hall da Fama.

"Estou realmente tocada pelo que começou como parcerias há muito tempo e que isso tenha nos trazido até aqui hoje à noite", disse Prinzessin Reuss, conhecida pelos fãs como Frida, antes de se afastar para que seu ex-marido Andersson tocasse ao piano o hit "The Winner Takes It All" (1980), na voz de Faith Hill.

Nos bastidores, ela comentou que o grupo "fez um ótimo trabalho naquela época", e que por isso ela não se surpreende pela influência exercida sobre outros músicos.

O quarteto se tornou um sucesso internacional e um fenômeno cultural no final da década de 1970, com hits como "Dancing Queen" e "Knowing Me, Knowing You". A banda, dissolvida em 1982, ainda teria um revival graças ao musical "Mamma Mia!", com versões em teatro e cinema.

"É preciso perceber o que eles fizeram, como pelo mundo afora sua música ressoou junto a milhões e milhões de pessoas", disse Graham Nash, do Hollies.

Já Phil Collins, ex-baterista do Genesis, comentou que o Hall da Fama está "aceitando a música em geral, em vez de apenas rock and roll". "Parece haver mais variedade neste ano", afirmou. Vários ex-integrantes do Genesis foram à cerimônia, mas o vocalista Peter Gabriel faltou.

Os cinco indicados deste ano foram escolhidos por 600 profissionais da indústria musical. Para ser incluído, o artista ou banda tem de ter gravado seu primeiro disco há pelo menos 25 anos.

O produtor David Geffen, também homenageado, disse que escolheu essa carreira por "não ter talento exceto para conseguir se divertir e reconhecer isso nos outros."

Os Stooges tocaram a canção "Search and Destroy" (1973), sob a liderança de Iggy Pop, que rasgou sua camisa e, como é tradicional, fez uma apresentação rouca e de peito nu.

Como vários artistas, Iggy Pop comentou a situação do setor fonográfico, que tem perdido dinheiro por causa dos downloads gratuitos de músicas. Para ele, a música ainda é "uma grande indústria." "Se ela tomar as decisões corretas, continuará sendo uma indústria."

Os compositores homenageados neste ano foram Jesse Stone, Otis Blackwell, Mort Shuman, Jeff Barry, Ellie Greenwich, Barry Mann e Cynthia Weil. Os homenageados ficam permanentemente representados em uma exposição no Hall da Fama e Museu do Rock, em Cleveland, Ohio.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below