17 de Março de 2010 / às 12:04 / 7 anos atrás

Christie's atribui valor recorde a Picasso da fase azul

<p>"Retrato de &Aacute;ngel Fern&aacute;ndez de Soto (O Bebedor de Absinto)", de Pablo Picasso, em leil&atilde;o da Christie's em Londres, 17 de mar&ccedil;o de 2010. A casa Christie's atribuiu um valor recorde a uma importante tela de Pablo Picasso pintada durante a sua celebrada "fase azul", e que ir&aacute; a leil&atilde;o em 23 de junho em Londres. A obra deve alcan&ccedil;ar 30-40 milh&otilde;es de libras (45-60 milh&otilde;es de d&oacute;lares).Stefan Wermuth</p>

Por Mike Collett-White

LONDRES (Reuters) - A casa Christie's atribuiu um valor recorde a uma importante tela de Pablo Picasso pintada durante a sua celebrada "fase azul", e que irá a leilão em 23 de junho em Londres.

"Retrato de Ángel Fernández de Soto (O Bebedor de Absinto)", de 1903, deve alcançar 30-40 milhões de libras (45-60 milhões de dólares), maior estimativa pré-venda já feita para uma obra de arte leiloada na Europa.

Em fevereiro, num leilão da concorrente Sotheby's, uma escultura de Giacometti foi arrematada por 104,3 milhões de dólares, batendo o recorde de um Picasso vendido por 104,2 milhões de dólares em Nova York em 2004.

O anúncio do leilão de junho mostra a crescente confiança na recuperação do mercado da arte, depois da forte contração ocorrida durante a crise financeira global.

O quadro a ser leiloado mostra um homem sentado, segurando um copo de absinto e um cachimbo, cuja fumaça se eleva fazendo voltas. A tela atualmente pertence ao compositor Andrew Lloyd Weber, e a renda será destinada a uma fundação dele que promove as artes e a cultura na Grã-Bretanha.

A mesma obra quase foi leiloada em novembro de 2006 pela Christie's, mas a venda foi cancelada na última hora porque um indivíduo contestou sua posse legítima, alegando que o quadro havia sido roubado da sua família por nazistas.

Em nota, a Christie's disse que essa contestação já foi resolvida e que os reclamantes retiraram suas queixas, liberando a fundação de Weber para vender a tela.

Jussi Pylkkanen, presidente da Christie's para Europa, Rússia e Oriente Médio, disse que a obra de Picasso pode acabar em um grande museu ou numa coleção particular, e anteviu um "enorme" interesse dos colecionadores. "Esta é uma das obras de arte mais importantes a serem oferecidas em leilão em décadas", afirmou ele.

A Christie's disse que a obra "é a própria encarnação da estética da fase azul, traduzida em pinceladas agressivas, soltas e insinuantes, que lembram El Greco e alardeiam a virtuosidade de Picasso."

Picasso conheceu o "homenageado" Angel em 1899, e em duas ocasiões eles dividiram ateliês em Barcelona.

Segundo os leiloeiros, De Soto, "se dedicava mais a beber e ir a festas do que à arte", o que obrigou Picasso a se mudar de ateliê para poder trabalhar. De Soto morreu em 1938, durante a Guerra Civil Espanhola.

A pintura foi adquirida pela Fundação Andrew Lloyd Webber num leilão em Nova York, em 1995, por 29,2 milhões de dólares.

Desde então, três obras de Picasso foram vendidas por mais de 50 milhões de dólares. Em 2004, "Garçon à la Pipe" tornou-se a primeira pintura leiloada por mais de 100 milhões de dólares.

Reportagem de Mike Collett-White

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below