Pequena sereia da Dinamarca deixa seu lar pela primeira vez

sexta-feira, 26 de março de 2010 14:02 BRT
 

XANGAI, 26 de março (Reuters Life!) - Por quase 100 anos, a Pequena Sereia ficou sentada em uma pedra olhando o mar do porto de Copenhague, mas agora a escultura, baseada em um famoso conto de fadas, está retornando ao mar, com destino à China.

A pequena estátua de bronze, inaugurada em 1913, é uma importante atração turística em Copenhague, mas sua vida nem sempre foi fácil.

Ela já foi decapitada duas vezes, seus braços cortados para fora, foi derrubada pelo vento em 2003 e foi vestida com um véu muçulmano dois anos atrás em um protesto -- mas ela nunca deixou sua terra natal.

Nesta semana, ela foi tirada do porto, encaixotada, e enviada para Xangai onde será a convidada especial do Pavilhão Dinamarquês no Expo 2010, realizado até o dia 31 de outubro. Detalhes de sua viagem não foram divulgados por motivos de segurança.

O prefeito da cidade de Copenhague, Frank Jensen, disse em comunicado que o empréstimo da Pequena Sereia era parte de um intercâmbio cultural entre Dinamarca e China apesar de o plano ter criado um forte debate na Dinamarca quando anunciado.

"Estou convencido de que ela será uma excelente embaixadora da Dinamarca, principalmente porque os chineses já gostam de Hans Christian Anderson e seus contos de fadas", disse ele em comunicado.

Sua partida de Copenhague não deixará o porto vazio. O artista chinês Ai Weiwei criou uma instalação de vídeo em seu lugar.

"A Pequena Sereia", do autor dinamarquês Anderson, publicado em 1837, é uma triste história sobre uma sereia que se apaixona por um príncipe e desiste de sua vida no mar e troca seu rabo para ter pernas.

Mas o príncipe se casa com outra pessoa e ela é deixada de coração partido, se jogando ao mar e se dissolvendo.

O conto foi adaptado diversas vezes para teatros e para um filme da Disney.

A estátua da Pequena Sereia tem 165 centímetros de altura e senta em um bloco de granito, criado por Edvard Eriksen em 1913.

 
<p>Est&aacute;tua da Pequena Sereia &eacute; removida do porto de Copenhague e ser&aacute; exibida no pavilh&atilde;o dinamarqu&ecirc;s no Expo 2010 na China. 25/03/2010 REUTERS/Bob Strong</p>