Janet Jackson diz que papel em filme foi intenso e catártico

sexta-feira, 2 de abril de 2010 19:12 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Viver uma mãe de luto numa ficção, enquanto na vida real a morte do seu irmão mobiliza o mundo, deve ser difícil para qualquer um, e para Janet Jackson a experiência se mostrou "intensa" e "catártica".

"Why Did I Get Married, Too?" ("Por que me casei também?") estreia na sexta-feira nos EUA. Jackson interpreta uma psicóloga de autoajuda que perde um filho e vê seu casamento desmoronar.

"Foi muito intenso para mim. Muito catártico e às vezes terapêutico," disse ela à Reuters, lembrando que estava em plena fase de filmagem quando soube que seu irmão Michael Jackson havia morrido, em 25 de junho, vítima de uma overdose de anestésicos.

"Foi exaustivo também. Levar isso para casa e eu levantar e começar tudo de novo na manhã seguinte," disse ela.

Irmã mais nova de Michael Jackson e do grupo Jackson Five, Janet é também uma superestrela, tendo vendido milhões de discos e atuado em TV e cinema desde criança.

Ela disse que se identificou imediatamente com as emoções da sua personagem no novo filme de Tyler Perry, uma sequência do seu "Por que Me Casei?."

"Especialmente por ela não lidar com suas próprias questões. Isso era algo que eu costumava fazer e que sempre suprimia quando esses sentimentos afloravam para mim."

Como em várias obras de Perry, "Why Did I Get Married, Too?" mistura drama e comédia, mostrando as histórias de vários casais afro-americanos de classe média que são amigos dos protagonistas Patricia e Gavin (Malik Yoba).

Sobre o drama familiar envolvendo a morte do filho do casal, Janet disse: "Todo mundo passa pelo luto de um jeito diferente, e o parceiro simplesmente tem de ser muito paciente e permitir que (o cônjuge) atravesse isso. Eles não podem suprimir isso, e leva tempo."

"Eu era diferente a respeito disso que o restou da minha família," acrescentou.

(Reportagem de Bob Tourtellotte e Reuters Television)

 
<p>Janet Jackson comparece a evento da amfAR na semana da moda feminina em Mil&atilde;o em setembro. O filme em que Jackson interpreta uma psic&oacute;loga "Why Did I Get Married, Too?" ("Por que me casei tamb&eacute;m?") estreia na sexta-feira nos EUA. 08/09/2009 REUTERS/Alessandro Garofalo</p>