IMAX direciona recurso 3D a filmes de ciência com "Hubble 3D"

sábado, 3 de abril de 2010 15:34 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - A IMAX voltou ao tema espacial com o filme "IMAX: Hubble 3," um documentário que retoma as raízes da empresa, de filmes de ciências, mas agora em 3D.

"IMAX: Hubble 3" documenta a missão espacial de maio 2009 para reparar o Telescópio Espacial Hubble. Para gravar as imagens, uma equipe da IMAX teve que confiar aos astronautas o papel de cinegrafistas. Foi uma colaboração comandada pelo diretor Toni Myers e seu time da IMAX, em parceria com sete astronautas, uma equipe de apoio da NASA, uma câmera gigante, o ônibus espacial Atlantis e o telescópio mais famoso da galáxia.

O documentário estreou há duas semanas nos cinemas IMAX dos Estados Unidos. Em agosto, o filme também passará a ser exibido em salas IMAX multiplex. O documentário vem sendo elogiado, com uma classificação global 80 por cento positiva, segundo o site RottenTomatoes.com.

O filme de 43 minutos é lançado no momento em que a marca IMAX ganhou impulso com filmes de Hollywood.

Nos últimos anos, a empresa conhecida por filmes em telas gigantescas conseguiu desenvolver um negócio valioso e influenciar no tamanho do orçamento de grandes filmes de estúdio como "Avatar" e "How to Train Your Dragon" para atender às telas maiores, tanto em 2D como em 3D.

Mas o presidente da IMAX Filmed Entertainment, Greg Foster, afirma que filmes de ciência e natureza como "Hubble 3D" ainda são uma "grande responsabilidade" da empresa e "parte da nossa história, do nosso compromisso em continuar a produzir documentários IMAX de alta qualidade."

(Reportagem de Michael Goldman)