Madonna volta ao Malaui em viagem beneficente

segunda-feira, 5 de abril de 2010 18:58 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A pop star Madonna retornou ao Malaui, onde adotou duas crianças, para acompanhar a construção de uma escola para garotas órfãs financiada por ela e lançar uma nova campanha de educação que usa tecnologia portátil, disse sua porta-voz nesta segunda-feira.

A cantora viaja com a sua instituição "Raising Malawi", criada em 2006, e acompanhará a colocação dos primeiros tijolos de sua escola, localizada no vilarejo de Chinkhota, a cerca de 15 quilômetros da capital, Lilongue, segundo o site da instituição na Internet.

Madonna também visitará um projeto apoiado pela Organização das Nações Unidas (ONU) para combater a pobreza, o Millennium Village, acompanhada do economista Jeffrey Sachs e do presidente-executivo da Ericsson, Hans Vestberg. Ela e Vestberg anunciarão oficialmente uma campanha educacional na terça-feira.

"Estou ansiosa para ver o progresso extraordinário sendo feito naquela comunidade e também em vários outros projetos que estão em andamento incluindo a criação da escola das garotas", disse Madonna em nota.

Em 2006, Madonna adotou um menino, David, do Malaui, e enfrentou uma avalanche de críticas ao ser acusada de receber tratamento especial do governo do país por ignorar lei que proíbe que não residentes adotem crianças.

A adoção de uma menina, em 2009, também foi alvo de críticas e, em novembro, sua escola foi tema de polêmica no Malaui após residentes locais terem exigido mais dinheiro pela terra que o governo arrendou à instituição de Madonna.

(Reportagem de Christine Kearney)

 
<p>Pop star Madonna brinca ao observar uma mulher carregar um balde com &aacute;gua na cabe&ccedil;a durante sua visita ao Malau&iacute;. 05/04/2010 REUTERS/Mike Hutchings</p>