Magnata de Hollywood recorda Elvis e Sinatra em livro de memória

terça-feira, 6 de abril de 2010 12:16 BRT
 

Por Mark Egan

NOVA YORK (Reuters) - Ele trabalha há décadas com astros que vão de Elvis Presley e Frank Sinatra a Brad Pitt e George Clooney, mas agora é hora de o produtor de Hollywood Jerry Weintraub ocupar o centro das atenções e brilhar como um astro.

Uma coisa que não falta ao garoto que cresceu no Bronx e virou magnata do showbusiness é confiança, neste momento em que divulga sua autobiografia "When I Stop Talking, You'll Know I'm Dead -- Useful Stories from a Persuasive Man" (Quando eu parar de falar, vocês saberão que estou morto - Histórias úteis de um homem persuasivo).

Indagado sobre sua idade, ele diz: "Tenho 72 anos. Estou ótimo para alguém de 72, certo?." Diga a ele que tem um sorriso simpático, e ele responde: "Você deveria me ver quando recebo um cheque."

Pergunte a ele o que gostaria de ver inscrito sobre seu túmulo, e, gargalhando, ele responde: "Estive aqui e fiz."

"Uma coisa eu garanto: não deixei passar nada", acrescenta.

Lançado esta semana pelo selo Twelve da editora Hachette Books, o livro narra as memórias de um nova-iorquino corajoso e trabalhador que, graças a sua persistência e seu charme, fez sucesso aos 26 anos ao convencer o coronel Tom Parker que era o promoter certo para levar Elvis Presley de volta à estrada para uma turnê nacional de concertos.

Falando de sua filosofia de negócios, Weintraub diz: "Nunca ouvi a palavra 'não'. A única palavra que ouço é 'sim'."

TARZAN E LIBERACE   Continuação...

 
<p>Produtor de Hollywood Jerry Weintraub em Nova York. O magnata do showbusiness divulga sua autobiografia "When I Stop Talking, You'll Know I'm Dead -- Useful Stories from a Persuasive Man" (Quando eu parar de falar, voc&ecirc;s saber&atilde;o que estou morto - Hist&oacute;rias &uacute;teis de um homem persuasivo). 05/04/2010 REUTERS/Shannon Stapleton</p>